Sociedade | 16-01-2018 11:45

Funeral de ex-autarca colhido por comboio realiza-se hoje em Vila Franca de Xira

Funeral de ex-autarca colhido por comboio realiza-se hoje em Vila Franca de Xira
Foto arquivo O MIRANTE

Carlos Romano foi líder da bancada da CDU na assembleia de freguesia.

Carlos Alberto Romano, 72 anos, ex-autarca e residente em Vila Franca de Xira, foi a vítima mortal do acidente que domingo, 14 de Janeiro, ocorreu na passagem de nível junto ao cais daquela cidade. O corpo esteve em câmara ardente na capela do cemitério da cidade e o funeral realiza-se pelas 15h00, desta terça-feira, 16 de Janeiro.

Carlos Romano era um rosto conhecido na cidade e pessoa estimada pela população, onde chegou a ser dirigente associativo. Mas foi como autarca e candidato à junta que deu nas vistas, tendo sido líder da bancada da CDU na Assembleia de Freguesia de Vila Franca de Xira durante dois mandatos, entre 2007 e 2013, onde o PS ganhou a gestão da junta.

Carlos Romano, filho de Carlos Patrício Romano e Joaquina Patrício, era natural de Samora Correia, concelho de Benavente, mas residia há várias décadas no concelho.

O acidente aconteceu pelas 14h23 na passagem de nível da linha ferroviária do norte, que dá acesso ao cais da cidade e à Fábrica das Palavras e as causas do acidente ainda estão por apurar.

Apesar das cancelas automáticas estarem fechadas para impedir o acesso, o ex-autarca acabou por arriscar, como tantos outros moradores da zona, e acabou colhido com violência por um Alfa Pendular que circulava no sentido norte-sul a elevada velocidade. O corpo ficou irreconhecível e a circulação na linha teve de ser interrompida.

Este não é o primeiro acidente mortal a registar-se naquela passagem de nível, que é perigosa e a única ainda em funcionamento no concelho de Vila Franca de Xira.

Mais Notícias

    A carregar...

    Edição Semanal

    Edição nº 1363
    08-08-2018
    Capa Vale Tejo
    Edição nº 1363
    08-08-2018
    Capa Médio Tejo