Sociedade | 17-01-2018 15:25

Autarcas de Alpiarça acusam CTT de ter agido de má-fé na intenção de encerrar serviços

Autarcas de Alpiarça acusam CTT de ter agido de má-fé na intenção de encerrar serviços
Foto O MIRANTE - Executivo municipal critica forma como CTT agiu durante este processo

Executivo municipal aprovou por unanimidade moção contra fecho da estação dos Correios. Deputados defendem manutenção dos serviços.

O presidente da Câmara de Alpiarça, Mário Pereira (CDU), e a vereadora Sónia Sanfona (PS), consideram que “não houve boa-fé” por parte dos CTT na forma como decorreu o processo de intenção de encerrar os serviços na vila.

“Não se compreende que se dupliquem serviços numa loja, a 200 metros de distância da estação dos correios, quando esses serviços são prestados na própria estação e quando não há um aumento de movimento. Os CTT não agiram de boa-fé ao garantirem ao executivo municipal que não tinham a intenção de encerrar a estação”, criticou Sónia Sanfona.
O executivo municipal aprovou, por unanimidade, uma moção contra a intenção de encerrar a estação dos CTT em Alpiarça. Na moção, o executivo recorda que a estação dos CTT de Alpiarça é a única que serve a área geográfica e a totalidade dos cerca de 7.800 habitantes do concelho.
O executivo vai exigir à administração dos CTT que reverta a intenção de encerrar a estação de Alpiarça mantendo o seu funcionamento nos moldes e horários actuais.

Exigem também que o Governo intervenha neste processo, impondo o cumprimento dos princípios de universalidade e de proximidade que estão na base do contrato de concessão do serviço público que os CTT devem respeitar.

* Notícia completa na edição semanal de O MIRANTE.

Mais Notícias

    A carregar...

    Edição Semanal

    Edição nº 1373
    17-10-2018
    Capa Vale Tejo
    Edição nº 1373
    17-10-2018
    Capa Médio Tejo