Sociedade | 17-01-2018 12:31

Tomar quer instalar videovigilância para detectar focos de poluição no rio Nabão

Assunto já foi discutido com a secretaria de Estado do Ambiente.

A Câmara de Tomar quer instalar um sistema de videovigilância em vários pontos ao longo do rio Nabão para tentar detectar infracções ambientais que poluam o rio que atravessa a cidade, tendo já discutido o assunto com a secretaria de Estado do Ambiente.

A informação foi avançada pela presidente do município, Anabela Freitas (PS), em sessão camarária, em resposta ao munícipe Américo Costa, do grupo ambiental Aqua, que voltou a criticar a poluição que afecta o rio.

Anabela Freitas referiu que existem muitos locais onde camiões podem entrar e fazer descargas ilegais no rio. “No dia 13 de Outubro do ano passado fomos surpreendidos com a espuma poluidora no Nabão mas fomos verificar e a água junto à ETAR de Seiça estava limpa por isso é muito redutor afirmar que a poluição é desta ETAR. Nesse dia foi avistado um camião de uma empresa de Tomar a fazer descargas para o rio. Existem muitos prevaricadores que poluem a água do Nabão”, respondeu a presidente ao ambientalista.

Anabela Freitas disse que a última descarga poluidora verificada ocorreu uns dias antes do Natal e que ainda não possui o resultado dessa investigação. A autarca informou também que pretende reunir com o novo presidente da Câmara de Ourém, Luís Albuquerque (PSD/CDS), para que possam monitorizar em conjunto a ETAR de Seiça.

* Notícia completa na edição semanal de O MIRANTE.

Mais Notícias

    A carregar...

    Edição Semanal

    Edição nº 1351
    16-05-2018
    Capa Vale Tejo
    Edição nº 1351
    16-05-2018
    Capa Médio Tejo