Sociedade | 21-01-2018 07:06

Estacionamento no centro de estágios de Alverca vai ser gratuito

Estacionamento no centro de estágios de Alverca vai ser gratuito
Foto DR - CONSTRUÇÃO. Obras estão a bom ritmo e já se começou a tratar do novo estacionamento

Câmara de Vila Franca de Xira injectou 256 mil euros no projecto do Futebol Clube de Alverca.

O novo centro de estágios do Futebol Clube de Alverca (FCA), situado na rua da estação em Alverca, vai ter estacionamento gratuito para a população e servirá, sobretudo, os utilizadores do caminho de ferro que ali precisarem de deixar os automóveis durante as suas deslocações para o emprego.
A garantia foi deixada recentemente pelo presidente do município de Vila Franca de Xira, Alberto Mesquita (PS), que explica também que o novo parque de estacionamento do centro de estágios do FCA servirá também como uma das alternativas de parqueamento de viaturas enquanto o terminal rodo-ferroviário estiver em obras.
Esta é uma consequência directa do apoio financeiro dado recentemente pelo município, que permitiu o avanço dos trabalhos. As obras de construção do centro de estágios, segundo a página do clube nas redes sociais, estão a decorrer a bom ritmo. Arrancaram no dia 7 de Agosto de 2017 e trata-se apenas da construção da primeira fase do centro. Esta primeira fase da obra, orçada em 810 mil euros, inclui a construção de dois campos de futebol de onze, um campo de futebol de sete e um campo de futebol de cinco, juntamente com balneários, secretaria e infraestruturas de apoio a redes de electricidade, água e saneamento.
Em Abril do ano passado, a Câmara de Vila Franca de Xira celebrou publicamente um protocolo com o FCA para atribuir um apoio financeiro de 256 mil euros para o clube conseguir acabar a construção. O protocolo surgiu depois de ser conhecido um despacho da Secretaria de Estado do Ordenamento do Território e Conservação da Natureza, que deliberou de forma unilateral rescindir o contrato de financiamento da construção daquele centro de estágios, em parte devido à insolvência da construtora inicial do equipamento, a Construsan, do empresário José António Carmo.
A decisão chegou a colocar em cima da mesa a possibilidade do clube de Alverca ter de devolver ao Estado 187.500 euros já recebidos dos 700 mil que inicialmente iriam ser comparticipados pelo Governo. O clube, entretanto, conseguiu provar que o valor entregue já foi aplicado em trabalhos de construção.
O projecto inicial, cujo custo rondava os quatro milhões de euros, foi reformulado para ser adaptado em várias fases e permitiu reduzir, de forma “considerável”, o investimento previsto, segundo Alberto Mesquita.

Mais Notícias

    A carregar...

    Edição Semanal

    Edição nº 1352
    24-05-2018
    Capa Médio Tejo
    Edição nº 1352
    24-05-2018
    Capa Vale Tejo