Sociedade | 01-02-2018 16:02

Dezenas de vítimas em burla no arrendamento de um T3

Dezenas de vítimas em burla no arrendamento de um T3
Foto O MIRANTE

Uma ex-mediadora imobiliária da REMAX anda a pôr em estado de sítio dezenas de pessoas que moram na Póvoa de Santa Iria. As acusações de burla já deram entrada na PSP.

Pelo menos 15 pessoas dizem-se vítimas de burla com o arrendamento da mesma casa, na Avenida D. Vicente Afonso Valente, na Póvoa de Santa Iria, onde vive a suspeita, que já foi mediadora imobiliária. A maioria das pessoas diz que deu 700 euros (duas rendas) para ficar com o apartamento T3, que por sinal está arrendado à suposta burlona, contra a qual correm já várias queixas na PSP. O MIRANTE conseguiu falar com a visada, que entretanto não tem sido vista, tendo esta dito que está a ser vítima de calúnias e que vai processar toda a gente que anda a dizer mal dela.


As situações começaram em Novembro do ano passado. A suspeita assinou vários contratos de arrendamento com várias pessoas mas não entregou a habitação. Inicialmente dizia que precisava de uns dias para fazer uns arranjos no apartamento. Há mesmo uma pessoa que perdeu já cinco mil euros que tinha dado de sinal para a compra da habitação, que nem sequer é da suspeita. Contactada a PSP, esta veio dizer que não existiam queixas sobre o assunto, mas após ter sido confrontada com a cópia de uma queixa apresentada por uma vítima, a Divisão Policial de Vila Franca de Xira deu o dito por não dito e confirmou que afinal havia quatro processos a decorrer.

Notícia completa na edição semanal de O MIRANTE AQUI

Mais Notícias

    A carregar...

    Edição Semanal

    Edição nº 1363
    08-08-2018
    Capa Vale Tejo
    Edição nº 1363
    08-08-2018
    Capa Médio Tejo