Sociedade | 06-02-2018 12:14

Foragido do caso Lava Jato no Brasil apanhado no Sardoal

Foragido do caso Lava Jato no Brasil apanhado no Sardoal

Suspeito com ordem de extradição tinha desaparecido da sua casa de Lisboa

O suspeito no caso de corrupção Lava Jajo, no Brasil, Raul Schmidt, que estava desparecido, foi apanhado em casa de uma advogada estagiária no Sardoal. O suspeito que tem ordem de extradição para o Brasil, foi detido no sábado à tarde pela Polícia Judiciária que já andava a tentar localizá-lo há algum tempo.

Raul Schmidt tinha sido detido em 2016 na sua residência em Lisboa a pedido dos tribunais brasileiros. O suspeito ficou com a medida de coacção de apresentações periódicas às autoridades, enquanto decorria o processo de extradição na justiça portuguesa. Quando a decisão de o extraditar foi proferida, Schmidt tinha desaparecido.

Segundo o jornal Sol, Schmidt foi “surpreendido pelos inspectores da Judiciária em casa de uma estagiária que trabalha para o seu advogado, Pedro Delille”.

Raul Schmidt está acusado pela justiça brasileira dos crimes de corrupção, branqueamento de capitais e organização criminosa. É tido como o intermediário de subornos a ex-directores da petrolífera Petrobras, que pertence ao Estado Brasileiro, e de onde terão sido desviados recursos.

Mais Notícias

    A carregar...

    Edição Semanal

    Edição nº 1368
    12-09-2018
    Capa Vale Tejo
    Edição nº 1368
    12-09-2018
    Capa Médio Tejo