Sociedade | 08-02-2018 10:03

Localização do novo Centro de Saúde da Chamusca vai dificultar a vida a muita gente

Localização do novo Centro de Saúde da Chamusca vai dificultar a vida a muita gente
preocupação. Novas intalações ficam no alto de uma rua inclina

Novas instalações vão ser construídas na zona alta da vila, tornando-se mais difícil o acesso para boa parte dos utentes, na maioria idosos.

O Agrupamento de Centros de Saúde (ACES) da Lezíria vai construir o novo Centro de Saúde da Chamusca na zona alta da vila. A decisão tem dividido a população, pois nem todos têm facilidades em subir a inclinada rua de acesso a essa zona. Depois de quatro anos de negociações com a Direcção Regional Regional de Agricultura (DRA) no sentido de esta entidade ceder as instalações devolutas da antiga Zona Agrária da Chamusca para ali se alojar o Centro de Saúde da vila, a ideia caiu por terra. A razão, explica o presidente do município, Paulo Queimado (PS), foi o valor estimado para requalificar essas instalações, cerca de 900 mil euros, superior ao de uma construção de raiz.


Laurinda Estevão, frequentadora do centro de saúde por ser diabética e insuficiente renal, diz ser uma das lesadas por essa decisão. “Com a idade e os problemas de saúde que tenho, como poderei ir até ao novo Centro de Saúde sem ser de táxi?”, questiona a reformada de 82 anos, referindo que quando passar para o novo local vai evitar lá ir. “Talvez peça para que alguém vá lá a casa fazer os tratamentos, porque senão não tenho dinheiro para comer”, desabafa.

Notícia completa na edição semanal de O MIRANTE AQUI

Mais Notícias

    A carregar...

    Edição Semanal

    Edição nº 1363
    08-08-2018
    Capa Vale Tejo
    Edição nº 1363
    08-08-2018
    Capa Médio Tejo