Sociedade | 09-02-2018 13:08

Cinco funcionários da Águas do Ribatejo infectados com vírus

Presidente da empresa intermunicipal afirma que trabalhadores já estão a trabalhar e que situação não é alarmante.

Cinco funcionários da empresa intermunicipal Águas do Ribatejo estão infectados com um vírus estando neste momento a apurar-se qual o foco de contaminação. Os funcionários em causa trabalham na Estação de Tratamento de Águas e Resíduos (ETAR) de Coruche e já fizeram análises médicas, continuando a trabalhar normalmente.

“As ETAR são, por natureza, um local onde existem muitas bactérias e vírus. Basta um ligeiro descuido para situações destas acontecerem. Este vírus existe na água, em piscinas e em ETAR's. Este vírus, que é um protozoário, é muito comum e aloja-se nos intestinos provocando desidratação”, explicou o presidente da Águas do Ribatejo, Francisco Oliveira, que também é presidente da Câmara de Coruche.

Francisco Oliveira referiu a O MIRANTE que a situação está a ser acompanhada e não é nada de grave nem alarmante. “Temos vindo a fazer a desinfecção destes locais de trabalho para evitar novos casos. Este vírus só se transmite por ingestão oral por isso não há razões para alarmismos nem preocupações”, garantiu o autarca.

Mais Notícias

    A carregar...

    Edição Semanal

    Edição nº 1351
    16-05-2018
    Capa Vale Tejo
    Edição nº 1351
    16-05-2018
    Capa Médio Tejo