Sociedade | 23-02-2018 12:13

“Encaro cada dia como mais uma oportunidade de aprender alguma coisa”

“Encaro cada dia como mais uma oportunidade de aprender alguma coisa”
TRÊS DIMENSÕES
Helena Pereira assumiu o cargo de directora do Agrupamento de Escolas da Castanheira do Ribatejo em Junho do ano passado

Helena Pereira é directora do Agrupamento de Escolas da Castanheira do Ribatejo.

Helena Pereira é, desde Junho do ano passado, a nova directora do Agrupamento de Escolas da Castanheira do Ribatejo, no concelho de Vila Franca de Xira. O cargo interrompe temporariamente a sua função habitual de dar aulas de Matemática e Ciências. Os poucos tempos livres fora do trabalho gosta de passá-los com a filha. Elogia, de um modo geral, os pais dos alunos do Agrupamento.

Desde pequena que queria ser professora. Fui amadurecendo essa vontade e concretizei-a. Comecei por dar aulas de Matemática e Ciências. Gosto de estar numa sala de aulas com alunos. De poder ajudá-los e de poder ver a sua evolução. Para mim que sempre gostei de matemática é compensador ouvir algum aluno dizer que graças a mim passou a gostar daquela disciplina.
Sou do concelho de Azambuja e de uma terra lindíssima chamada Vale do Paraíso. Consigo dormir bem porque separo o trabalho do resto da minha vida. Uma noite de sono bem passada é um dos meus factores de equilíbrio. O meu cargo é de responsabilidade mas tenho o apoio de um bom grupo de professores e funcionários.
A minha filha de sete anos merece que eu tenha tempos livres. São poucos mas tento tê-los. Gosto que o pouco tempo que passamos juntas seja de qualidade. Andar de bicicleta, passear, apanhar sol ou ir ao cinema são actividades que fazemos em conjunto. Quero que ela sinta que tem a mãe presente.
Encaro cada dia como uma oportunidade para aprender mais qualquer coisa. No meu cargo todos os dias aprendo coisas novas. Todos os dias existe legislação nova e documentação diferente a preencher. Uma coisa é conhecer o agrupamento como professora e outra é conhecer todas as dinâmicas inerentes ao cargo de directora.
Temos tido uma excelente relação com a associação de pais. Eles são excelentes parceiros. Chamar os pais e os alunos à escola é muito importante. Os alunos gostam de cá estar e os pais a pouco e pouco estão também a vir.
Sou contra o ranking das escolas. Não se podem comparar realidades diferentes. Tenho alunos para quem chegar aos quarenta por cento num exame nacional de Matemática é um feito extraordinário. Basta ter em conta as dificuldades que ele tinha inicialmente na disciplina.
Tenho sido sempre professora. Dou aulas desde 1998 e desde 2002 que estou colocada aqui na Castanheira. Neste último ano decidi abraçar o desafio de ser directora e estou a gostar da experiência. A escola do 2º e 3º ciclo da Castanheira tem 24 turmas e um total de quase 500 alunos. O agrupamento na globalidade tem mais de 900 alunos.
O professor de hoje não é igual ao de antigamente. Sentimos que os nossos alunos precisam de nós como referências. E às vezes também como confidentes de algumas situações. O papel do professor ultrapassa muitas coisas mas não deixa de ser importante sabermos que eles contam connosco e que estamos lá para eles.
Quero dar a conhecer o agrupamento à comunidade. Se nos fecharmos muito acabamos por ficar num nicho que não é muito favorável para os nossos alunos. Queremos que isso traga um benefício positivo para os nossos alunos. Quero que o meu mandato seja um que torne as aprendizagens dos meus alunos significativas.

Mais Notícias

    A carregar...

    Edição Semanal

    Edição nº 1356
    20-06-2018
    Capa Vale Tejo
    Edição nº 1356
    20-06-2018
    Capa Médio Tejo