Sociedade | 27-02-2018 13:28

Câmara de Alpiarça quer meter no quadro 22 trabalhadores precários

Câmara de Alpiarça quer meter no quadro 22 trabalhadores precários
Foto Município de Alpiarça

Processo vai ser submetido esta quarta-feira à aprovação da assembleia municipal

A Câmara de Alpiarça pretende integrar 22 trabalhadores em situação precária nos quadros da autarquia. A situação já foi aprovada no âmbito da lei que permite a regularização extraordinária de casos de pessoas que exercem ou exerceram funções permanentes nos municípios, mas sem contrato de trabalho por tempo indeterminado e que exercem as funções em regime de prestação de serviços.

Nesta situação o município contabilizou os trabalhadores que exerceram funções entre 1 de Janeiro e 4 de Maio de 2017, através de contratos emprego-inserção e contratos emprego-inserção +, "recibos-verdes", bem como contratos a termo certo. “A autarquia está neste momento a desenvolver todo o processo necessário para a contratação, por tempo indeterminado, de 22 pessoas que se encontrem abrangidas pela Lei”, refere o município em comunicado.

Os trabalhadores a integrar no quadro vão desempenhar funções em áreas como as escolas ou os serviços exteriores. Com este procedimento, refere a câmara pretende-se criar “estabilidade laboral aos trabalhadores e caminhando no sentido da melhoria dos serviços a prestar à população”. O processo vai agora ser submetido à aprovação da assembleia municipal, que reúne esta quarta-feira, 28 de Fevereiro.

Mais Notícias

    A carregar...

    Edição Semanal

    Edição nº 1368
    12-09-2018
    Capa Vale Tejo
    Edição nº 1368
    12-09-2018
    Capa Médio Tejo