Sociedade | 08-03-2018 17:30

Centro de Informação Europe Direct sai de Santarém

Lezíria do Tejo perde serviço relacionado com temáticas da União Europeia, que passa a funcionar só no Cadaval.

O presidente da Câmara de Santarém, Ricardo Gonçalves (PSD), lamenta o encerramento do Centro de Informação Europe Direct de Santarém, que funcionava no Instituto Politécnico de Santarém (IPS), e diz que não foi informado desses desfecho antecipadamente. “Tenho muita pena que isso tenha acontecido e que não nos informassem. É um alerta para o IPS, que terá que entrar num novo processo pois é fundamental para o crescimento sustentado de Santarém”, afirmou o autarca na reunião de câmara de 5 de Março.

Refira-se que apesar do Politécnico de Santarém ter concorrido ao acolhimento desse serviço por mais alguns anos, a representação da Comissão Europeia em Portugal não aprovou a candidatura e o Centro de Informação Europe Direct da Lezíria do Tejo e Oeste está agora instalado no Cadaval (distrito de Lisboa). O Centro de Informação Europe Direct em Santarém funcionava desde 2005.

“Foram doze anos de muita actividade”, declarou a vereadora Virgínia Esteves (PS), que levantou o assunto, lembrando algumas iniciativas promovidas, como cursos de estudos europeus, sessões de esclarecimento ou a realização da Feira da Europa. “O que foi feito para que este centro continuasse na nossa cidade?”, questionou de olhos postos no presidente da câmara.

Ricardo Gonçalves referiu que não soube de nada mas garantiu que o Dia da Europa (9 de Maio) vai ser devidamente assinalado, em articulação com a Escola Superior de Gestão de Santarém, enquadrado na Semana da Juventude e na Semana Académica.

Mais Notícias

    A carregar...

    Edição Semanal

    Edição nº 1369
    20-09-2018
    Capa Médio Tejo
    Edição nº 1369
    20-09-2018
    Edição Vale Tejo