Sociedade | 16-03-2018 09:19

Diminuição do caudal do Tejo nas próximas horas

Diminuição do caudal do Tejo nas próximas horas
Foto O MIRANTE

“Atendendo à instabilidade meteorológica que ainda se verifica, mantêm-se todas as recomendações” feitas às populações ribeirinhas.

A Protecção Civil prevê uma diminuição do caudal do Tejo nas próximas horas, embora continue “com variações” devido às descargas das barragens, que, no seu conjunto, têm oscilado entre os 1.500 e os 1.700 metros cúbicos por segundo.

O Comando Distrital de Operações de Socorro (CDOS) de Santarém afirma que durante a noite se irá sentir “uma ligeira descida das alturas hidrométricas”.

“O regresso total das águas ao seu leito normal será lento, dificultando a normalização da circulação rodoviária”, adianta a nota.

Segundo o CDOS, continua submerso, parcialmente, o parque de estacionamento de Constância junto ao rio Zêzere, bem como a ponte dos Alcaides, em São Vicente do Paúl, no concelho de Santarém, a estrada municipal 590, entre Couço e Santa Justa, em Coruche, o Caminho Municipal Setil – Ponte do Reguengo, no Cartaxo, e campos agrícolas na zona do Patacão, em Alpiarça.

O Plano Especial de Emergência na Bacia do Tejo, accionado sábado no seu nível amarelo, mantém-se, desde a noite de domingo, no nível azul, o mais baixo dos quatro possíveis.

“Atendendo à instabilidade meteorológica que ainda se verifica, mantêm-se todas as recomendações” feitas às populações ribeirinhas, no sentido de retirarem bens, equipamentos e animais de zonas normalmente inundáveis e de não atravessarem, com viaturas ou a pé, estradas ou zonas alagadas.

Mais Notícias

    A carregar...

    Edição Semanal

    Edição nº 1372
    10-10-2018
    Capa Vale Tejo
    Edição nº 1372
    10-10-2018
    Capa Médio Tejo