Sociedade | 17-03-2018 12:08

Campanha para custear defesa do ambientalista Arlindo Marques recolheu 22 mil euros

Campanha para custear defesa do ambientalista Arlindo Marques recolheu 22 mil euros
Foto O MIRANTE

Lançada na internet há três meses a recolha de fundos atingiu o objectivo esta sexta-feira.

A campanha de "Crowdfunding" (financiamento colaborativo) "Somos Todos Arlindo Marques", destinada a custear a defesa do ambientalista do concelho de Mação que foi alvo de uma acção judicial da empresa de celulose Celtejo, com pedido de indemnização de 250 mil euros, ultrapassou o objectivo definido de recolher 21.885 Euros, tendo conseguido 22.012 (vinte e dois mil e doze euros) Euros.

A recolha de fundos, que terminou esta sexta-feira, 16, foi lançada a meio de Janeiro na internet, através da plataforma PPL, pelo Movimento Pelo Tejo (ProTejo). O dinheiro conseguido será usado para custas processuais, advogados, pareceres de especialistas, deslocações, entre outras. Segundo os promotores, o valor que não seja utilizado no âmbito do processo será destinado à restauração fluvial do rio Tejo. Participaram na campanha 635 apoiantes.

Mais Notícias

    A carregar...

    Edição Semanal

    Edição nº 1352
    24-05-2018
    Capa Médio Tejo
    Edição nº 1352
    24-05-2018
    Capa Vale Tejo