Sociedade | 20-03-2018 16:20

Remodelação da ETAR de Montalvo pode avançar

Candidatura da Câmara de Constância a fundos comunitários foi aprovada.

A candidatura a fundos comunitários com vista à remodelação da ETAR (Estação de Tratamento de Águas Residuais) de Montalvo foi aprovada, com a União Europeia a financiar em 80 por cento do valor total do investimento que está estimado em 140 mil euros.

O projecto de execução da ampliação e beneficiação da ETAR de Montalvo, no concelho de Constância, foi executado pela empresa C.T.G.A. – Centro Tecnológico de Gestão Ambiental, Lda., de Coimbra, e custou 12.500 euros, a que acresce o IVA. A Câmara de Constância vai agora avançar para o concurso público da obra.

A candidatura que o município tinha apresentado para a construção da rede de saneamento e da ETAR na localidade da Pereira, pequena aldeia da freguesia de Santa Margarida da Coutada, foi chumbada, mas a câmara não desiste do projecto e, em sede de audiência prévia, apresentou novos argumentos para a necessidade e importância da obra, cuja resposta foi preparada em colaboração com a associação local Os Quatro Cantos do Cisne.

O presidente da câmara, Sérgio Pereira (PS), explicou que o objectivo passa por “tentar reverter esta situação de modo a que o saneamento seja uma realidade na localidade”. O autarca adiantou que o critério populacional é um dos que tem mais peso na aprovação ou chumbo das candidaturas e a aldeia de Pereira tem apenas 35 habitantes, servidos pelo sistema de fossas sépticas. A obra de saneamento básico e ETAR nessa localidade tem uma estimativa de custo de cerca de 240 mil euros.

O concelho de Constância tem actualmente uma cobertura de saneamento básico na ordem dos 98 por cento. O presidente da autarquia quer atingir os cem por cento.

Mais Notícias

    A carregar...

    Edição Semanal

    Edição nº 1377
    15-11-2018
    Capa Vale Tejo
    Edição nº 1377
    15-11-2018
    Capa Médio Tejo