Sociedade | 23-03-2018 10:19

Parque infantil em Alverca encerrado espera por obras há dois anos

Parque infantil em Alverca encerrado espera por obras há dois anos
Foto O MIRANTE

Junta de freguesia diz que não tem dinheiro e espera que o município dê apoio financeiro. Espaço foi desactivado por não cumprir as normas, tal como outros no concelho.

As obras estão prometidas para breve mas o parque infantil situado na Rua Poeta António Aleixo, em Alverca, concelho de Vila Franca de Xira, está encerrado há dois aos para que seja feita uma manutenção do recinto, pois o mesmo não cumpria os requisitos exigidos. Apesar da colocação de algumas redes para vedar o espaço, as crianças continuavam a ir para lá brincar, levando assim a que a Junta de Freguesia de Alverca procedesse à retirada dos equipamentos, pouco antes das eleições autárquicas de 2017, para garantir a segurança das crianças. No local a junta deixou um sinal colocado no portão onde promete ser breve na resolução deste problema.


O arrastar do problema começa a causar descontentamento entre alguns habitantes, que se queixam de que existem outras obras a ser realizadas enquanto esta vai ficando para trás, deixando os moradores da rua sem um espaço onde as crianças possam brincar livremente. “Pela freguesia inteira vemos uma série de obras e aqui continuamos sem o nosso parque há mais de dois anos”, desabafou Joel Antunes a O MIRANTE.


Contactado por O MIRANTE, Carlos Gonçalves (CDU), presidente da União de Freguesias de Alverca do Ribatejo e Sobralinho, reconheceu a existência do problema mas reiterou que a junta de freguesia não dispõe de meios financeiros para proceder à reabilitação dos parques infantis, pelo que não pode avançar com uma data para a realização das obras. “É necessário realizar um investimento avultado para garantir que o equipamento tenha todas as condições de segurança”, disse.


O autarca explicou ainda que essa é uma competência que a Câmara Municipal de Vila Franca de Xira pretende delegar nas juntas de freguesias mas ainda não foi possível chegar a um acordo. Quando houver esse acordo, o autarca garante que vai proceder à manutenção dos equipamentos que estão em falta, caso contrário adverte que a responsabilidade está do lado da câmara. “É preciso que a câmara dê um apoio financeiro, caso contrário não podemos aceitar esta competência porque não temos capacidade para tal”, concluiu.


A O MIRANTE, a Câmara Municipal de Vila Franca de Xira garantiu que estabeleceu um contrato interadministrativo com a União de Freguesias de Alverca do Ribatejo e Sobralinho que prevê a transferência de verbas mensais para a manutenção deste tipo de equipamentos. Ainda assim, Alberto Mesquita (PS) explica que, embora esta competência esteja delegada, o munícipio está disponível para reforçar a ajuda, caso esta seja solicitada pela junta de freguesia.

Mais Notícias

    A carregar...

    Edição Semanal

    Edição nº 1381
    13-12-2018
    Capa Médio Tejo
    Edição nº 1381
    13-12-2018
    Capa Vale Tejo