Sociedade | 04-04-2018 17:36

Câmara de Benavente em processo de reestruturação nos serviços

Neste momento a organização dos recursos humanos não permite que os serviços possam funcionar em horário de almoço.

A Câmara de Benavente estabeleceu uma parceria com uma entidade externa na área da gestão informática e de recursos humanos para se iniciar o processo de restruturação nos serviços. Este é um dos passos que vai levar à possibilidade de abrir os serviços do município à hora de almoço mas para já o presidente da câmara, Carlos Coutinho, quer garantir uma boa organização interna.


“Neste momento, a organização dos nossos recursos humanos não permite que os serviços possam funcionar em horário de almoço. É preciso primeiro mexer na sua estrutura”, fundamenta o autarca. Carlos Coutinho, em declarações a O MIRANTE, salienta que é intenção do executivo “poder ter os serviços da câmara disponíveis à hora de almoço”, mas para isso “é preciso dar pequenos passos para preparar este desafio”.


Paralelamente a este processo encontra-se a decorrer um outro que vem trazer novos benefícios aos munícipes de Benavente. O processo de adesão ao projecto intitulado “Ribatejo Digital” arrasta-se há vários anos, mas são esperados “avanços até ao final deste ano”, disse o presidente. “Estão a ser feitos esforços para avançarmos com a implementação de serviços online, através da aquisição de hardwares e softwares ligados a este projecto”, explica, na certeza de que no futuro os munícipes terão “uma câmara mais próxima e eficiente”, garante o presidente da Câmara de Benavente.


A questão da abertura dos serviços municipais durante a hora de almoço foi levantada na última reunião do executivo pelo vereador do PSD na oposição, Ricardo Oliveira.

Mais Notícias

    A carregar...

    Edição Semanal

    Edição nº 1346
    11-04-2018
    Capa Vale Tejo
    Edição nº 1346
    11-04-2018
    Capa Médio Tejo