Sociedade | 07-04-2018 00:02

Maria João Morais é a mordomo da Festa dos Tabuleiros

Maria João Morais é a mordomo da Festa dos Tabuleiros
Foto O MIRANTE

Foi a primeira mulher a ser escolhida pelo povo para a função de organizar a festa.

O povo de Tomar reunido na noite de sexta-feira 6 de Abril, no Salão Nobre dos Paços do Concelho votou, unanimemente, a realização da Festa dos Tabuleiros em 2019, disse a mordomo eleita, a primeira mulher a desempenhar esta função.

“O povo decidiu que há festa”, disse Maria João Lima Morais, “emocionada” com a designação do seu nome para comandar a próxima Festa dos Tabuleiros, uma das manifestações culturais e religiosas mais antigas de Portugal e que se realiza de quatro em quatro anos, numa decisão que parte sempre da decisão da população, tomada no ano anterior numa sessão convocada pela câmara.

A mordomo da festa confessou não conseguir precisar quantas pessoas compareceram à sessão de hoje à noite, assegurando que o Salão Nobre “encheu”, com a presença de populares e de representantes de todas as 11 freguesias do concelho, cujo papel na construção da festa realçou.

Maria João Morais sublinhou a “força, a garra, o brio” colocados pela população nesta festa, frisando que, tomada a decisão, começa o trabalho da confeção das flores para compor os tabuleiros, entre muitos outros detalhes que é necessário preparar.

O nome de Maria João Morais, que pertencia já ao núcleo coordenador da festa que trabalhou com João Victal, o mordomo nas edições de 2007, 2011 e 2015 e que tinha declarado já a sua vontade de ceder o lugar, surgiu naturalmente, tendo sido colocado de imediato à votação por vários dos populares presentes.

Entre as várias tarefas que tem em mãos, a mordomo terá que conseguir reunir os fundos necessários para a aquisição de todo o material necessário para a confeção dos tabuleiros, que na edição de 2015 totalizaram os 682.

Mais Notícias

    A carregar...

    Edição Semanal

    Edição nº 1372
    10-10-2018
    Capa Vale Tejo
    Edição nº 1372
    10-10-2018
    Capa Médio Tejo