Sociedade | 12-04-2018 16:11

Passagem entre Santa Justa e Couço novamente submersa

Passagem entre Santa Justa e Couço novamente submersa
Foto O MIRANTE

Ainda há duas semanas a passagem tinha sido reaberta aos peões e trânsito de veículos ligeiros depois de ter estado cortada durante um mês.

A passagem alternativa, que une as localidades do Couço e de Santa Justa, na freguesia do Couço, concelho de Coruche, voltou a estar submersa devido às descargas das barragens de Montargil e Maranhão que atingiram a sua capacidade máxima.


Ainda há duas semanas a passagem tinha sido reaberta aos peões e trânsito de veículos ligeiros depois de ter estado cortada durante um mês. Na altura, o presidente da câmara, Francisco Oliveira (PS), investiu em tubos metálicos para aumentar a quota de passagem, um pouco acima do que estava.


Em relação às obras de requalificação da ponte “Joaquim Casanova do Beco”, conhecida por ponte de Santa Justa, a autarquia refere que continua a decorrer com a devida normalidade na colocação das vigas e execução final do tabuleiro, estando previsto terminarem no final do mês de Abril, três semanas depois do prazo previsto.


A alternativa mais próxima para os automobilistas é a passagem pela localidade de Escusa, a cerca de seis quilómetros.

Mais Notícias

    A carregar...

    Edição Semanal

    Edição nº 1356
    20-06-2018
    Capa Vale Tejo
    Edição nº 1356
    20-06-2018
    Capa Médio Tejo