Sociedade | 15-04-2018 16:34

Centro Hospitalar do Médio Tejo quer acabar com o papel

Centro Hospitalar do Médio Tejo quer acabar com o papel
Rosa Amora, coordenadora da comissão local de informatização clínica do CHMT - Foto DR

Iniciativa tem o envolvimento de vários serviços do Centro Hospitalar do Médio Tejo.

O Centro Hospitalar do Médio Tejo (CHMT) participou nos dias 13 e 14 de Abril na Feira Social de Torres Novas, propondo aos participantes e visitantes o registo na aplicação MySNS, fazendo de seguida a actualização no RNU (Registo Nacional do Utente).

Rosa Amora, coordenadora da comissão local de informatização clínica do CHMT, explicou a O MIRANTE, que o objectivo passa por eliminar os procedimentos em papel, aproximando os utentes dos serviços online. “Mesmo que as pessoas não tenham acesso directo às plataformas online, há sempre um familiar que pode ajudar, e assim vamos desmaterializando os processos”, disse.

Esta abordagem surge no âmbito do programa “SNS sem papel”. Os visitantes terão, assim, oportunidade de aceder a todos os seus dados clínicos, efectuarem consulta de enfermagem e de medicina, através do serviço digital.

“Esta iniciativa tem o envolvimento de vários serviços do Centro Hospitalar do Médio Tejo, empenhados em manter o CHMT na linha da frente das entidades do SNS que apostam na desmaterialização clínica, reduzindo ou mesmo eliminando o uso do papel, numa perspectiva de modernização dos serviços, potenciando a criação de soluções mais adequadas à resolução de problemas, tendo como foco a melhoria da prestação de serviços aos cidadãos”, adiantou Rosa Amora.

Mais Notícias

    A carregar...

    Edição Semanal

    Edição nº 1356
    20-06-2018
    Capa Vale Tejo
    Edição nº 1356
    20-06-2018
    Capa Médio Tejo