Sociedade | 20-04-2018 07:40

PSP identificou suspeita de burla a comerciantes em Tomar

Mulher de 40 anos lesou estabelecimentos com serviço de ‘payshop’.

A Polícia de Segurança Pública (PSP) de Tomar identificou uma mulher de 40 anos, residente na cidade, suspeita de ter burlado três comerciantes de duas tabacarias e uma papelaria no centro histórico de Tomar. Os casos ocorreram nas últimas duas semanas e os alvos foram estabelecimentos com serviço de ‘payshop’. Dos três casos reportados, apenas um dos comerciantes apresentou queixa na PSP de Tomar, que tomou conta das investigações.

A mulher dirigia-se às lojas que tinham serviço de carregamento de telemóveis e pagamento de serviços e apresentava os dados (entidade, referência e montante) no ecrã do telemóvel ou em papel. Depois perguntava se dava para pagar ou carregar um cartão pré-pago. O funcionário fazia a experiência com o seu cartão de crédito e, quando se confirmava a operação, a burlona dizia que não tinha dinheiro e ia levantá-lo a um multibanco, nunca mais aparecendo no estabelecimento. Em dois dos casos, os comerciantes não conseguiram anular as operações.

* Notícia completa na edição semanal de O MIRANTE.

Mais Notícias

    A carregar...

    Edição Semanal

    Edição nº 1351
    16-05-2018
    Capa Vale Tejo
    Edição nº 1351
    16-05-2018
    Capa Médio Tejo