Sociedade | 02-05-2018 11:17

Azambuja com execução orçamental acima dos 100%

O quadro de pessoal do município liderado por Luís de Sousa (PS) aumentou para 314 trabalhadores, mais 22 do que em 2016.

A Câmara de Azambuja obteve em 2017 uma receita municipal de 16,9 milhões de euros e apresentou uma execução orçamental de 115,3%, de acordo com as Contas e o Relatório de Actividade do ano passado. Em comunicado, a Câmara de Azambuja refere que para a obtenção desta receita teve bastante importância a “cobrança extraordinária” do Imposto Municipal sobre Transações Onerosas de Imóveis (IMT), no valor de 2,2 milhões de euros.


Já a despesa foi de 15,6 milhões de euros, representando uma redução de 8,2% face a 2016, justificada com uma “operação de substituição de dívida por um empréstimo mais vantajoso em termos de juros”. A autarquia refere que a execução orçamental da despesa alcançou os 88%, realçando um aumento de cerca de 50% dos recursos canalizados para as áreas de investimento e um saldo de gerência transitado para o ano de 2018 de cerca de 4,3 milhões de euros.


Na área dos recursos humanos, o quadro de pessoal do município liderado por Luís de Sousa (PS) aumentou para 314 trabalhadores, mais 22 do que em 2016, a maior parte respeitante à contratação de auxiliares de acção educativa para os três agrupamentos escolares do concelho.

Mais Notícias

    A carregar...

    Edição Semanal

    Edição nº 1360
    19-07-2018
    Capa Médio Tejo
    Edição nº 1360
    19-07-2018
    Capa Vale Tejo