Sociedade | 16-05-2018 11:05

Obras em prédios municipais de Povos são um inferno para os moradores

Obras em prédios municipais de Povos são um inferno para os moradores
Foto O MIRANTE

Gás canalizado esteve cortado durante um mês e foi a situação que causou maiores problemas. Câmara admite que intervenção é profunda e reconhece que têm existido incómodos.

As obras de requalificação e melhoria das casas municipais da Rua José Vanzeller Pereira Palha, em Povos, Vila Franca de Xira, estão a ser um inferno para alguns moradores que se queixam de alguma desorganização e de pouco estar a ser feito para minorar os impactos da obra.


Num dos prédios os habitantes com gás canalizado ficaram um mês com o abastecimento cortado, por causa da substituição das canalizações e atrasos na colocação dos móveis novos nas cozinhas, situação que impediu as pessoas de tomar banho e cozinhar. Dado que os esquentadores e os fogões foram adaptados ao gás natural, muitos não os conseguiram ligar ao gás de botija, sendo que foram familiares e amigos a ajudar a minorar os efeitos. Também a água foi cortada a espaços conforme necessário.


Elisa Esteves vive num dos prédios e tem um filho deficiente a seu cargo. “O que ficou combinado numa reunião prévia com os moradores foi que as obras começariam nos andares superiores e iriam descendo à medida que estivessem prontos mas não foi isso que aconteceu, foi tudo feito de outra maneira. Deviam ter dado prioridade às pessoas com problemas respiratórios, dificuldades motoras ou com crianças”, critica.

Notícia completa na próxima edição semanal de O MIRANTE

Mais Notícias

    A carregar...

    Edição Semanal

    Edição nº 1352
    24-05-2018
    Capa Médio Tejo
    Edição nº 1352
    24-05-2018
    Capa Vale Tejo