Sociedade | 21-05-2018 18:52

Agressor da GNR que se barricou em casa no Pinheiro Grande vai preso

Agressor da GNR que se barricou em casa no Pinheiro Grande vai preso
CHAMUSCA

A GNR conseguiu que o homem se entregasse ao fim de duas horas barricado em casa.

O homem que feriu um militar da GNR com uma faca barricando-se de seguida em casa, no Pinheiro Grande, Chamusca, vai ficar em prisão preventiva. A medida de coacção foi aplicada esta segunda-feira após interrogatório do arguido no Tribunal do Entroncamento. Segundo a GNR, o homem já tinha antecedentes criminais por agressões.

Recorde-se que o homem, de 36 anos, tinha provocado desacatos na via pública no sábado à noite, junto à sua casa. A patrulha da GNR deslocou-se ao local para tentar acalmar o homem, que se encontrava “agressivo e a proferir insultos”, refere a Guarda.

“Enquanto os militares o tentavam acalmar, o suspeito, tendo na sua posse uma arma branca e uma garrafa de vidro, desferiu um golpe na zona lombar de um militar”, descreve o comando territorial da GNR. A GNR conseguiu que o homem se entregasse ao fim de duas horas barricado em casa. Numa busca à residência foram encontradas e apreendidas uma pistola calibre 8 mm, alterada para calibre 6,35 mm, e uma pistola de alarme.

Mais Notícias

    A carregar...

    Edição Semanal

    Edição nº 1359
    11-07-2018
    Capa Vale Tejo
    Edição nº 1359
    11-07-2018
    Capa Médio Tejo