Sociedade | 22-05-2018 14:50

Aldeia de Tomar cria prémio literário que tem por tema "A Escola"

Os candidatos ao prémio podem concorrer até 15 de Julho.

A Linhaceira, no concelho de Tomar criou um prémio literário, no âmbito das comemorações do centenário da escola da aldeia, com nove prémios, expressos em “estantes e prateleiras cheias de livros” e garantia de publicação.

Nuno Lopes, um dos dinamizadores da iniciativa, disse que a divulgação mais ampla do prémio, que tem por tema “A Escola”, acontece no Dia do Autor Português e numa altura em que reuniu um conjunto de "apoios importantes", nomeadamente, da Presidência e da Assembleia da República, da Casa Fernando Pessoa e da Casa da Música, “além de algumas das melhores editoras nacionais”.

Inserido nas comemorações do centenário da primeira escola da Linhaceira, que teve “um papel determinante no desenvolvimento da aldeia”, o prémio constitui um convite a reflectir no que a escola representou na vida de cada um, dando espaço à criação a partir das memórias desse lugar, afirmou.

O prémio tem a particularidade de ser aberto a todas as faixas etárias e de decorrer nas categorias Local (para autores nascidos ou residentes na freguesia de Asseiceira), Concelhia (para autores nascidos ou residentes no concelho de Tomar) e Nacional, podendo participar portugueses (independentemente do país onde residam) e estrangeiros residentes em Portugal.

Os prémios serão acumuláveis (isto é, quem concorre a nível local e concelhio pode também ganhar o prémio nacional), podendo os concorrentes aliar a narrativa a outras expressões artísticas, como ilustração, fotografia, banda desenhada, música, vídeo.

Os candidatos ao prémio podem concorrer até 15 de Julho nos escalões Infantil (até aos 10 anos), com uma página no mínimo, Juvenil (dos 11 aos 17 anos), com pelo menos três páginas, e Adulto (a partir dos 18 anos), com um mínimo de cinco páginas, sendo o tamanho máximo 60 páginas, podendo a publicação vir a acontecer num só ou em vários volumes, adiantou.

Pretendendo “incentivar a escrita e a leitura, mas também ajudar a destacar a escola, valorizando-a enquanto espaço de vivências de alguma forma marcantes para todos”, o júri “terá em conta a originalidade, qualidade literária e bom domínio da língua”.

Para Nuno Lopes, a iniciativa visa igualmente mostrar a escola "não apenas como um espaço onde se enche a cabeça com informação, mas também como espaço que ajuda a reflectir e a criar o mundo".

As condições para concorrer ao prémio encontram-se no regulamento disponível no blogue https://bibliotecalinhaceira.blogspot.pt, decorrendo a entrega dos prémios em outubro.

As comemorações do Centenário das Escolas na Linhaceira é uma iniciativa conjunta da Associação de Pais e Amigos das Escolas de Linhaceira, Associação Cultural e Recreativa de Linhaceira, Junta de Freguesia de Asseiceira e Município de Tomar.

A comemoração, que tem este ano o seu ponto alto, arrancou em 2013 com a criação da Biblioteca de Temas Linhaceirenses, um projeto ‘online’ de recolha e preservação da memória colectiva da aldeia de Linhaceira e da freguesia de Asseiceira, onde são publicados diariamente documentos e memórias do lugar.

Mais Notícias

    A carregar...

    Edição Semanal

    Edição nº 1360
    19-07-2018
    Capa Médio Tejo
    Edição nº 1360
    19-07-2018
    Capa Vale Tejo