Sociedade | 22-05-2018 12:54

Condutora que atropelou mortalmente peregrino obrigada a entregar carta de condução

Condutora que atropelou mortalmente peregrino obrigada a entregar carta de condução

Arguida fica em liberdade mas não pode ausentar-se da sua localidade nem contactar com toxicodependentes.

A condutora do veículo que atropelou seis peregrinos, tendo provocado a morte de um deles, está “fortemente indiciada” dos crimes de homicídio negligente, ofensas à integridade física por negligência, condução perigosa e omissão de auxílio, mas fica a aguardar julgamento em liberdade. O juiz de instrução criminal de Santarém, após ouvir a arguida em primeiro interrogatório, considerou suficiente aplicar-lhe as medidas de coação de apresentação semanal às autoridades e proibição de se ausentar da povoação onde reside, excepto para ir trabalhar ou ao médico. Fica ainda proibida de contactar com toxicodependentes e tem de entregar a carta de condução e sujeitar-se a tratamentos psiquiátricos.

A mulher, de 26 anos de idade, ouvida na segunda-feira, 21 de Maio, em primeiro interrogatório.

Mais Notícias

    A carregar...

    Edição Semanal

    Edição nº 1369
    20-09-2018
    Capa Médio Tejo
    Edição nº 1369
    20-09-2018
    Edição Vale Tejo