Sociedade | 23-05-2018 12:02

Tarde dura para os forcados em corrida no Montijo

1 / 12
Tarde dura para os forcados em corrida no Montijo
2 / 12
Tarde dura para os forcados em corrida no Montijo
3 / 12
Tarde dura para os forcados em corrida no Montijo
4 / 12
Tarde dura para os forcados em corrida no Montijo
5 / 12
Tarde dura para os forcados em corrida no Montijo
6 / 12
Tarde dura para os forcados em corrida no Montijo
7 / 12
Tarde dura para os forcados em corrida no Montijo
8 / 12
Tarde dura para os forcados em corrida no Montijo
9 / 12
Tarde dura para os forcados em corrida no Montijo
10 / 12
Tarde dura para os forcados em corrida no Montijo
11 / 12
Tarde dura para os forcados em corrida no Montijo
12 / 12
Tarde dura para os forcados em corrida no Montijo

Corrida com boa afluência de público com as bancadas a registar três quartos da lotação.

Decorreu na tarde de sábado 19 de Maio, na Monumental Amadeu Augusto dos Santos, no Montijo, uma corrida em que se lidaram seis toiros que ostentaram o ferro dos Herdeiros de Manuel e Mário Vinhas. Diferentes de tipo e alguns volumosos, criaram grandes dificuldades aos valentes forcados, os Amadores do Montijo e de Alcochete.

Gilberto Filipe, que foi homenageado no início do espectáculo, pela sua recente conquista na Alemanha, de uma medalha de ouro, na modalidade de equitação de trabalho, esteve em bom plano, em ambas as lides. Filipe Gonçalves chegou facilmente às bancadas em duas entregadas lides com ferros emotivos.

João Moura Caetano, a atravessar um bom momento, pôs as bancadas ao rubro, com duas empolgantes lides.

Com boa afluência de público, com as bancadas a registar três quartos da lotação, pegaram de caras João Paulo Damásio, José Pedro Suiças e Hélio Lopes, do grupo do Montijo, enquanto que pelo grupo de Alcochete pegaram Gonçalo Catalão, Manuel Pinto e João Machacaz.

Fotos de Henrique de Carvalho Dias

Mais Notícias

    A carregar...