Sociedade | 28-05-2018 18:04

Câmara de Santarém compensa clubes lesados por obras no pavilhão municipal

Câmara de Santarém compensa clubes lesados por obras no pavilhão municipal
Foto DR

Município atribui cerca de 17 mil euros ao Hóquei Clube de Santarém e ao GF Empregados do Comércio, que tiveram de andar com a casa às costas devido ao atraso na empreitada.

A Câmara de Santarém decidiu atribuir um subsídio extraordinário a dois dos clubes de patinagem da cidade que foram lesados pelo atraso nas obras do pavilhão municipal que os obrigou a recorrer a outras instalações. O Hóquei Clube de Santarém vai receber 14.672 euros e o GF Empregados do Comércio encaixa 2.500 euros. O Sport Clube Scalabitano “Os Leões”, que entretanto suspendeu a actividade por falta de patinadoras, não indicou os seus custos.

Recorde-se que no início da época desportiva 2017/2018, devido ao atraso nas obras de substituição da cobertura e do piso do Pavilhão Desportivo Municipal, esses clubes ficaram impedidos de utilizar o recinto desportivo adequado à patinagem. E por isso foram obrigados a recorrer a soluções alternativas para treinos e jogos. O Hóquei Clube de Santarém (HCS) e “Os Leões” utilizaram uma das naves do Centro Nacional de Exposições e Mercados Agrícolas (CNEMA) de Setembro de 2017 a Janeiro de 2018, com dois interregnos devido à realização de feiras nesse espaço. Na altura foi o HCS a suportar esses custos, no montante de 9.804 euros, por ser o clube com mais atletas.

Os clubes recorreram também a outros pavilhões para jogar e treinar, como os de Rio Maior, Alenquer e Tojal, tendo de suportar as despesas com as deslocações. O facto de terem que treinar em piso de cimento obrigou também à aquisição de novo material, devido ao desgaste mais rápido causado por esse tipo de superfície.

Mais Notícias

    A carregar...

    Edição Semanal

    Edição nº 1377
    15-11-2018
    Capa Vale Tejo
    Edição nº 1377
    15-11-2018
    Capa Médio Tejo