Sociedade | 29-05-2018 17:58

Constância vai ter monumento aos marítimos numa entrada da vila

Peça de homenagem aos marítimos que está a ser feita na Moita por João Gregório.

O presidente da Câmara de Constância, Sérgio Oliveira (PS), disse na última reunião do executivo que a rotunda à entrada da vila vai ter um monumento de evocação aos antigos marítimos, como eram designados os homens que trabalhavam nos transportes fluviais nos tempos em que a vila era um importante ponto de tráfego de embarcações de mercadorias.

Em resposta à vereadora Sónia Varino (CDU), o autarca explicou que o município já fez a limpeza da rotunda na EN 3 mas referiu que “a infraestrutura se localiza numa estrada nacional” o que significa que para realizar “qualquer intervenção” é necessário “o aval da Infraestruturas de Portugal (IP)”.

Sérgio Oliveira acrescentou que a ideia da maioria PS é colocar naquele espaço uma peça de homenagem aos marítimos que está a ser feita na Moita, pelo mestre João Gregório, e que ainda não está finalizada. “Da última vez que falei com o mestre faltava ainda fazer alguns trabalhos de soldadura para depois proceder à pintura”, informou.

“Este era um trabalho que já vinha a ser desenvolvido no anterior mandato, muito semelhante ao que se encontra na Moita. Já pedimos parecer à IP e estamos a aguardar uma resposta, mas o director regional da IP já disse que o parecer, apesar de algumas condicionantes, será favorável”, afirmou o autarca. “S colocação do monumento será alvo de uma proposta que virá a uma futura reunião de câmara, mas não teria sentido trazermos a proposta à câmara sem primeiro termos o parecer da IP”, acrescentou.

A vereadora da CDU, Júlia Amorim, argumentou que “um monumento ao marítimo” deveria ser instalado à beira dos rios Tejo e Zêzere, na sua confluência, mas a sugestão não mereceu considerações do presidente.

Mais Notícias

    A carregar...

    Edição Semanal

    Edição nº 1368
    12-09-2018
    Capa Vale Tejo
    Edição nº 1368
    12-09-2018
    Capa Médio Tejo