Sociedade | 03-06-2018 10:06

Ciclovia e passeio ribeirinho de Alverca construídos faseadamente

Ciclovia e passeio ribeirinho de Alverca construídos faseadamente
Presidente da Câmara de Vila Franca de Xira, refere que projecto não vai ter apoio de fundos comunitários

Investimento de vários milhões de euros será totalmente municipal. Estudo prévio do parque está a ser finalizado para ser apresentado à Força Aérea Portuguesa, que tem o domínio sobre os terrenos à beira-rio.

Um projecto “muito ambicioso”, caro e a ser construído por fases em diferentes momentos. É desta forma que o presidente do município de Vila Franca de Xira, Alberto Mesquita (PS), estima vir a construir a futura ciclovia e passeio ribeirinho de Alverca. O troço deverá unir o parque ribeirinho já existente do Forte da Casa até à Praia das Maçãs, também conhecida como Praia dos Tesos, no Sobralinho.
O projecto, ao contrário dos restantes troços já construídos, não terá o apoio de fundos comunitários e deverá ser pago na totalidade com fundos municipais. Não há ainda uma verba concreta para a intervenção mas o município estima que se esteja a falar de uma obra “de muitos milhares” de euros. O assunto foi levantado em reunião pública de câmara pelo vereador Mário Calado (CDU), que quis saber em que ponto se encontra o projecto.
“Estamos a terminar o estudo prévio do parque para poder apresentá-lo à Força Aérea e poder fazer a ligação que falta do passeio ribeirinho. Pessoalmente acredito que a Praia das Maçãs se deveria chamar Praia dos Tesos, porque é assim que é conhecida e é assim que deve ficar. Esta será uma intervenção importante em que a Força Aérea pode ajudar e vamos apresentar um bom projecto”, explica Alberto Mesquita.
Recorde-se que já existe uma aceitação de princípio da Força Aérea para que possa passar, entre o rio Tejo e a pista de aviação de Alverca, um trilho pedonal com ciclovia na zona ribeirinha dessa cidade. Foi um avanço significativo nas relações entre a autarquia e a Força Aérea, entidade que durante a última década declinou sempre qualquer possibilidade de abrir à comunidade uma faixa de terreno que permitisse unir Alverca às localidades vizinhas que já têm passeio ribeirinho, nomeadamente Alhandra/Vila Franca de Xira e Póvoa de Santa Iria/Forte da Casa.
No âmbito do futuro parque ribeirinho de Alverca está prevista também a recuperação do único moinho de maré do concelho, existente naquela freguesia e que está completamente ao abandono e cercado de vegetação.
Aposta na requalificação ribeirinha
Nos últimos anos, os moradores do Forte da Casa e da Póvoa de Santa Iria viram a sua zona ribeirinha completamente requalificada. Este ano fica pronto o parque ribeirinho Moinhos da Póvoa, que ligará a extremidade sul do concelho de Vila Franca de Xira ao vizinho concelho de Loures, num investimento de 2,2 milhões de euros. O projecto prevê também uma ligação futura ao Parque das Nações, às portas de Lisboa, mas terá de ser o município de Loures a desenvolver essa ligação.
Em funcionamento estão também os caminhos pedonais ribeirinhos que unem Vila Franca de Xira a Alhandra e o Forte da Casa à Póvoa de Santa Iria, bastante utilizados pelos moradores.

Mais Notícias

    A carregar...

    Edição Semanal

    Edição nº 1377
    15-11-2018
    Capa Vale Tejo
    Edição nº 1377
    15-11-2018
    Capa Médio Tejo