Sociedade | 18-06-2018 11:36

Sardinhas, pão e vinho fazem a festa em Benavente

Sardinhas, pão e vinho fazem a festa em Benavente

A festa da amizade tem para oferecer 5.000 quilos de sardinhas, 10.000 pães e 5.000 litros de vinho.

No ano em que celebra 50 anos, a Festa da Amizade e da Sardinha Assada de Benavente realiza-se de 28 a 30 de Junho e como manda a tradição, sardinha pão e vinho não podem faltar. E porque em terra brava o toiro tem sempre protagonismo há esperas e entradas, largadas e picaria à vara larga, durante os três dias do certame.

O dia mais aguardado é sábado, 30 de Junho, com cerca de 50 assadores em brasa espalhados pelas ruas da vila, prontos para assar os cinco mil quilos de sardinhas. Este dia, conhecido como o dia da sardinha assada comemora-se há meio século em Benavente.

O programa estreia-se na quinta-feira, 28 de Junho, com um encierro de três toiros pelas ruas da vila, a partir das 17h50 e largada de toiros na manga pelas 18h30. As tasquinhas de comércio estão abertas ao público às 20h30. A noite termina com música, dança e muita animação, com as atuações do grupo GRIFO, espetáculo de dança “Quem é o Bob?” e espetáculo musical com Los Gaboneros. Para os mais resistentes pelas 00h50 há largada no recinto da picaria.

No segundo dia há encierros e largadas pela mesma hora. Destaque para a inauguração da exposição de fotografia “Rostos da Festa”, no Museu Municipal de Benavente, às 21h30 e desfile de fanfarras de várias corporações de bombeiros, às 21h50. Os espetáculos musicais “Los Cavakitos”, “Pringá/Sevilhanas” e “Gritos Mudos – Tributo aos Xutos” fazem a abertura da noite que só termina depois do encierro com três toiros pelas ruas às 00h50 e largada de três toiros na manga em recinto alargado, à 1h30.

No sábado, o dia ergue-se cedo, às 09h00, com a concentração de campinos, jogos de cabrestos, cavaleiros amadores e atrelagens junto às piscinas Municipais e às 10h00 tem início o desfile pelas ruas da vila em direção ao recinto do Calvário. Após a missa campal (10h30) será prestada homenagem póstuma ao campino e autor da Picaria de Benavente Joaquim Isidro, no recinto da Picaria (11h00). A partir das 13h30 realiza-se o almoço de campinos e cavaleiros amadores.

O primeiro toiro entra nas ruas pelas 18h00, guiado por campinos e cavaleiros amadores e segue-se a entrada de mais quatro toiros na manga, às 18h30.

No ano em que a festa celebra 50 anos, os fogareiros serão acesos após o lançamento de 50 morteiros, cerca das 21h30 e a partir daí começa a distribuição gratuita de sardinhas, pão e vinho. A noite prossegue com o espetáculo pelas ruas da vila com as Charangas: “Amigos da Rambóia” e “Camisas Negras” e os espetáculos musicais pelos “The Pilinha” , “Jorge Paulo e Susana”, “Adérito José”, “DAMA” e “João Paulo”. Antes do último encierro e largada de quatro toiros na manga serão nomeados os novos sardinheiros da festa do próximo ano.

Mais Notícias

    A carregar...

    Edição Semanal

    Edição nº 1368
    12-09-2018
    Capa Vale Tejo
    Edição nº 1368
    12-09-2018
    Capa Médio Tejo