Sociedade | 19-06-2018 14:35

Falta de pessoal pode condicionar horário das piscinas de Tomar

Autarquia tem-se socorrido dos contratos com pessoas do Centro de Emprego para complementar a função daquele espaço.

A Câmara de Tomar está com problemas de falta de pessoal, o que pode afectar o horário de funcionamento das piscinas municipais Vasco Jacob. A informação foi dada pelo vice-presidente do município, Hugo Cristóvão (PS), em sessão camarária. “Nas piscinas temo-nos socorrido muito dos contratos com pessoas do Centro de Emprego para complementar a função daquele espaço. No entanto, este ano ainda não temos ninguém colocado do Centro de Emprego, o que nos obriga a utilizar apenas pessoal do quadro da câmara, o que complica a situação”, disse.


Hugo Cristóvão alertou ainda para o facto de, caso venham a existir problemas com falta de pessoal, ser necessário diminuir o horário de funcionamento das piscinas municipais. A piscina descoberta abriu ao público na sexta-feira, 15 de Junho. À semelhança de anos anteriores, e como forma de promover o espaço, todos os alunos dos primeiro, segundo e terceiro ciclos e do ensino secundário, escola profissional e universidade sénior têm direito a uma entrada grátis que podem utilizar até ao final de Junho.


Destes, apenas as crianças do primeiro ciclo vão receber um voucher em papel que devem entregar à entrada da piscina. Os restantes apenas têm que informar, na entrada, qual a escola e turma a que pertencem, assim como exibir um cartão de identificação com fotografia.

Mais Notícias

    A carregar...

    Edição Semanal

    Edição nº 1376
    07-11-2018
    Capa Médio Tejo
    Edição nº 1376
    07-11-2018
    Capa Vale Tejo