Sociedade | 24-06-2018 10:08

Vila Franca de Xira despede-se à força da Volta a Portugal em bicicleta

Vila Franca de Xira despede-se à força da Volta a Portugal em bicicleta

Câmara admitiu pagar o que fosse necessário para a volta continuar na cidade.

O presidente da Câmara de Vila Franca de Xira, Alberto Mesquita, estava na disposição de “pagar o que fosse pedido” à organização da Volta a Portugal em bicicleta para que esta continuasse a passar no concelho mas nem assim foi possível chegar a acordo.

Tudo porque a organização da volta virou as agulhas para norte e evita, na totalidade, a passagem por Lisboa este ano e no próximo. Como Vila Franca de Xira está às portas da capital acabou por levar por tabela e não teve sequer hipótese de mudar a ideia aos organizadores.

“Estamos muito disponíveis para que a volta venha à nossa cidade mas ela hoje decidiu ter outro trajecto em que não é adequado vir a Vila Franca. Eram investimentos altíssimos que eram pedidos e mesmo assim queríamos pagar, mas a organização entendeu que vai para outros lados. Temos pena mas é o que é”, lamentou o autarca na última semana. António Félix, vereador com o pelouro do desporto e um aficionado do ciclismo, explica que a volta tem este ano um figurino de 10 dias e avisa que “se calhar” em 2019 também não haverá volta a passar no concelho porque a prova termina na cidade do Porto. “Para mim é uma grande tristeza mas não é fácil fazer a organização mudar de ideias”, afirmou. O assunto veio a lume depois de Cláudia Martins, da CDU, ter lamentado que Vila Franca de Xira, terra com grande passado e história no ciclismo, não tivesse sido opção para local de passagem ou partida da volta este ano.

* Notícia desenvolvida na edição semanal de O MIRANTE

Mais Notícias

    A carregar...

    Edição Semanal

    Edição nº 1368
    12-09-2018
    Capa Vale Tejo
    Edição nº 1368
    12-09-2018
    Capa Médio Tejo