Sociedade | 25-06-2018 11:10

Autarcas de Vila Franca de Xira querem retaliação contra Caixa Geral de Depósitos

Assembleia municipal exige que a câmara termine relações comerciais com o banco.

Os eleitos da Assembleia Municipal de Vila Franca de Xira aprovaram na última semana uma moção onde apelam à câmara que “dê o exemplo” aos munícipes e termine todas as relações comerciais que tem com a Caixa Geral de Depósitos (CGD), na sequência deste banco ter anunciado o encerramento do balcão de Alhandra.

O documento, aprovado foi apresentado pela Coligação Mais (PSD/MPT/PPM), diz que a decisão da CGD de encerrar o balcão alhandrense é “absolutamente irracional e desrespeitadora do serviço público”, sendo que os mais de 13 mil habitantes daquela união de freguesias “justificavam de forma clara e objectiva a manutenção do balcão”, por ser uma localidade com “forte dinâmica, quer social, económica e territorial”. A moção lembra que em 2017 todos os contribuintes foram chamados para contribuir para a recapitalização do banco e lamenta que a concretizar-se o fecho do balcão a freguesia fique apenas com um banco e três caixas multibanco ao serviço de toda a comunidade.

“Reforçamos a preocupação para com os mais idosos e reformados, com maiores dificuldades em se deslocar para fora da freguesia e que por motivos tecnológicos terão muitas dificuldades em utilizar os serviços online da CGD e deslocarem-se para fora das suas localidades para ir ao banco”, lê-se no documento.

* Notícia desenvolvida na edição semanal de O MIRANTE

Mais Notícias

    A carregar...

    Edição Semanal

    Edição nº 1368
    12-09-2018
    Capa Vale Tejo
    Edição nº 1368
    12-09-2018
    Capa Médio Tejo