Sociedade | 28-06-2018 16:29

Câmara de Almeirim dá 710 mil euros por terreno para urbanizar há uma década

Câmara de Almeirim dá 710 mil euros por terreno para urbanizar há uma década

Para o espaço com 77520 está aprovada uma urbanização que nunca foi feita nem deveria ser nos próximos anos

A Câmara de Almeirim vai contratar um empréstimo com o BPI no valor de 710 mil euros, a pagar em 20 anos, para comprar um terreno com 77520 metros quadrados na zona do Pupo, junto ao circuito de manutenção, para onde estava prevista uma urbanização que está por fazer há pelo menos uma década. A autarquia precisava de 1,2 hectares de terreno para construir o prolongamento da circular urbana, mas acabou por negociar a totalidade do terreno. A contratação do empréstimo ao BPI vai ser submetida à aprovação da assembleia municipal esta quinta-feira à noite.

O presidente da câmara ainda não sabe o que vai fazer do espaço, além da circular, mas considera que é importante focar com aquele terreno para o futuro. Pedro Ribeiro considera que esta compra é uma oportunidade. Apesar de reconhecer como pouco provável a possibilidade do dono do terreno construir nos próximos anos a urbanização, com vivendas e prédios, o autarca considera que esta compra “é uma visão de futuro”, como teve o antigo presidente Alfredo Calado quando comprou os terrenos onde mais tarde Sousa Gomes mandou fazer o parque da zona norte da cidade.

Pedro Ribeiro diz que não sabe se alguma coisa vai ser feita durante o tempo em que ainda pode ser presidente: o resto do actual mandato e o próximo, se for eleito. Para a zona do terreno está aprovado um plano de pormenor que já previa a construção da circular urbana. Para a zona chegou a estar projectada a sede do CRIAL - Centro de Reabilitação e Integração de Almeirim e um jardim de infância.

Mais Notícias

    A carregar...

    Edição Semanal

    Edição nº 1377
    15-11-2018
    Capa Vale Tejo
    Edição nº 1377
    15-11-2018
    Capa Médio Tejo