Sociedade | 02-07-2018 16:04

Entradas de Fátima necessitam de requalificação urgente

Entradas de Fátima necessitam de requalificação urgente
Luís Albuquerque (ao centro) com a Secretária de Estado Ana Lehmann

Presidente da Câmara de Ourém apela ao Governo que apoie obras numa cidade que todos os anos recebe milhões de visitantes

O presidente da Câmara de Ourém, Luís Albuquerque (PSD), considera que as entradas da zona urbana de Fátima carecem de requalificação urgente. “Apelo para que possamos unir esforços e vontades no sentido de juntos podermos contribuir decisiva e afirmativamente para o nosso futuro colectivo”, apelou o autarca à secretária de Estado da Indústria, Ana Teresa Lehmann, que marcou presença na sessão solene do Dia do Município, que decorreu a 20 de Junho.
“Ourém tem sob a sua responsabilidade administrativa, mas simultaneamente com grande carácter afectivo, uma realidade incontornável de dimensão mundial, que é Fátima. Não nos podemos permitir, presumo, negligenciar, nem por um momento, uma das grandes referências da região e do país e, nomeadamente, um dos seus cartões-de-visita, que serão as entradas da zona urbana de Fátima, que carecem de intervenção”, acrescentou.
Albuquerque sublinhou a colaboração e “esforço financeiro” da Câmara de Ourém com a ACISO (Associação Empresa Ourém-Fátima), de cerca de 90 mil euros, com o objectivo de alargar os horizontes ao nível da penetração nos mercados turísticos internacionais, sobretudo na esfera do turismo religioso.
O presidente do município destacou também o conjunto de obras projectadas para o centro histórico de Ourém, nomeadamente para a zona do castelo. “Acredito que estas intervenções possam iniciar-se em breve e que vão acrescentar algo concreto, de forma significativa, à oferta turística da região. Faço também uma referência extremamente positiva e gratificante à Praia Fluvial do Agroal, uma realidade em termos de turismo ambiental e que ostenta a Bandeira Azul, uma correspondência plena à sua qualidade intrínseca e às estruturas complementares”, afirmou.

Homenagens no Dia da Cidade

O antigo director executivo da Insignare e que também foi presidente da ACISO (Associação Empresarial Ourém-Fátima), Francisco Vieira, foi distinguido, a título póstumo, com a Medalha de Ouro do Município de Ourém, no Dia da Cidade, que se celebrou a 20 de Junho.
Francisco Vieira faleceu em Outubro do ano passado, vítima de doença oncológica. O ex-eurodeputado do Parlamento Europeu e ex-deputado municipal Sérgio Ribeiro (CDU) e a ex-presidente da Assembleia Municipal de Ourém, Deolinda Simões, também receberam a Medalha de Ouro do município, assim como o presidente da Câmara Municipal de Altotting [Alemanha], Herbert Hofbauer.
O pintor e artista Roberto Chichorro recebeu a Medalha de Ouro de Mérito Municipal. Carlos Cravo, antigo segundo comandante dos Bombeiros Voluntários de Ourém, e Júlio Henriques, ex-comandante dos Bombeiros Voluntários de Ourém, também foram distinguidos durante a cerimónia solene do Dia do Município.
Outros dos homenageados com a Medalha de Ouro Mérito Municipal foram Manuel Tavares Lopes, presidente da Assembleia de Freguesia de Atouguia e antigo presidente da Junta de Atouguia, e o maestro Francisco Ferreira da Silva.
John Haffert, falecido em 2000, norte-americano e um dos impulsionadores da divulgação de Fátima, foi homenageado a título póstumo com a Medalha de Ouro de Mérito Municipal. A empresa Telmo Duarte, da freguesia de Fátima, e a Caxamar, empresa de Caxarias dedicada ao comércio de bacalhau, também foram alvo de homenagem. Alguns funcionários também foram distinguidos com a medalha do município.

Mais Notícias

    A carregar...

    Edição Semanal

    Edição nº 1360
    19-07-2018
    Capa Médio Tejo
    Edição nº 1360
    19-07-2018
    Capa Vale Tejo