Sociedade | 03-07-2018 10:17

Festas do Almonda animam Torres Novas de quinta-feira a domingo

Festas do Almonda animam Torres Novas de quinta-feira a domingo
Foto DR

Sara Tavares, Fernando Daniel, Tiago Bettencourt e Raquel Tavares são as cabeças de cartaz da edição deste ano das Festas do Almonda.

Sara Tavares, Fernando Daniel, Tiago Bettencourt e Raquel Tavares são as cabeças de cartaz da edição deste ano das Festas do Almonda, que se realizam no Jardim das Rosas, em Torres Novas, Santarém, de quinta-feira a domingo.

Assinalando a elevação de Torres Novas a cidade, data que se celebra a 08 de Julho, as Festas do Almonda oferecem “várias propostas artísticas e desportivas” para os fins de tarde e noites dos quatro dias, convidando “para ouvir e dançar boa música, assistir a uma peça de teatro em família, percorrer um caminho na Serra ou simplesmente desenhar com muita atenção as flores vermelhas do jardim, no coração da cidade e na margem do rio que dá o nome ao evento”, afirma uma nota do município.

As festas arrancam na quinta-feira à noite com o espectáculo de dança e circo contemporâneo “Luz”, pelo grupo Ome, no Teatro Virgínia, às 21h30, atuando Sara Tavares, a partir das 22h30, no palco 1, e Rosa Mimosa y Sus Mariposas, a partir das 00:00, no palco 2, numa festa que prossegue noite dentro no palco 3 com o Dj TDT.

Na sexta-feira, o espectáculo itinerante “Carripana” tem duas sessões, de manhã e à tarde, para o público escolar, estando a noite reservada para “O Gajo”, projeto a solo de João Morais, a partir das 21h30, no palco 4, Fernando Daniel, às 22:30, no palco 1, The Twist Connection, às 00h00, no palco 2, e Trio de Ataque, a partir da 01h00, no palco 3.

A “Carripana” volta a estar no Jardim das Rosas no sábado à noite, para todos os públicos, a partir das 21h30, atuando Tiago Bettencourt, às 22h30, no palco 1, Moonshiners, às 00h00, no palco 2, e Classics Band, à 01h00, no palco 3.

As Festas do Almonda terminam no domingo com o projeto O Corpo da Dança, no palco 2, às 19h30, a que se segue um espectáculo que junta rock com música filarmónica, com Auditório & SFUP (Sociedade Filarmónica União Pedroguense), estando o palco 1 reservado a Raquel Tavares, que encerra o programa.

Ao longo dos quatro dias, há tasquinhas, artesanato, actividades desportivas, insufláveis, a exposição “Valores Naturais do Rio Almonda”, pintura livre em aguarela, com o tema do rio Almonda, um “Peddy Photo Paper”, com convite à descoberta dos azulejos e varandins da cidade, passeios de canoa e gaivota no rio, entre outras iniciativas.

Mais Notícias

    A carregar...

    Edição Semanal

    Edição nº 1376
    07-11-2018
    Capa Médio Tejo
    Edição nº 1376
    07-11-2018
    Capa Vale Tejo