Sociedade | 12-07-2018 16:04

Urbanização em Vialonga é um pesadelo para os moradores

Urbanização em Vialonga é um pesadelo para os moradores
Ana Luz representa cerca de duas centenas de moradores da urbanização

Habitantes dizem que vivem há uma década esquecidos pelo poder político. Só há um contentor do lixo, o mato está por cortar e o vandalismo preocupa.

Quem vive na Encosta do Moinho, em Vialonga, não esconde o desagrado pelo cenário de abandono da urbanização onde vivem duas centenas de famílias. É uma urbanização inacabada por falência do construtor – C4 - e onde pouco ou nada tem sido feito nos últimos anos por parte do poder político.


Não há jardins ou espaços verdes, o mato cresce sem controlo, há passeios inacabados, um só contentor do lixo para toda a gente e prédios inacabados que são ocupados por jovens que atiram pedras e vandalizam carros e casas próximas. Até já houve ocupações ilegais de apartamentos que, estando prontos, não estavam vendidos.

Notícia completa na edição em papel já nas bancas

Mais Notícias

    A carregar...

    Edição Semanal

    Edição nº 1368
    12-09-2018
    Capa Vale Tejo
    Edição nº 1368
    12-09-2018
    Capa Médio Tejo