Sociedade | 16-07-2018

GNR na Câmara de Benavente para controlar assessor da Águas do Ribatejo

Os ânimos exaltaram-se e Nelson Lopes recusou sentar-se conforme o presidente da câmara solicitara.

A reunião da Câmara de Benavente, que se realizou na tarde de segunda-feira, 16 de Julho, teve de ser interrompida e a Guarda Nacional Republicana (GNR) chamada ao local.

Tudo por causa de uma discussão entre Nelson Lopes, morador e eleito da assembleia de freguesia de Samora Correia, e o presidente da câmara, Carlos Coutinho.

Nelson Lopes, que é também assessor na empresa pública Águas do Ribatejo, usou da palavra no período do público para questionar o presidente da câmara sobre um caso envolvendo gatos na habitação da sua mãe, Patornila Lopes, em Samora Correia.

Os ânimos exaltaram-se e Nelson Lopes recusou sentar-se conforme o presidente da câmara solicitara. Carlos Coutinho considerou que o munícipe estava a desrespeitar o órgão e interrompeu os trabalhos, chamando a GNR para repor a normalidade.

Os militares acabaram por abandonar o local depois de Nelson Lopes se ter sentado e a ordem do dia ter sido retomada.
Esta foi a primeira vez, em dez anos, que as autoridades foram chamadas à câmara por uma situação deste tipo.

Mais Notícias

    A carregar...

    Edição Semanal

    Edição nº 1363
    08-08-2018
    Capa Vale Tejo
    Edição nº 1363
    08-08-2018
    Capa Médio Tejo