Sociedade | 17-07-2018 14:19

Crematórios: Entroncamento adjudica e Almeirim lança concurso

Crematórios: Entroncamento adjudica e Almeirim lança concurso

Entroncamento consegue desbloquear processo emperrado desde 2014.

A Câmara do Entroncamento adjudicou na segunda-feira, 16 de Julho, a concepção, construção e exploração do crematório na cidade, passando a liderar a corrida que se instalou na criação destes equipamentos. A adjudicação foi feita à empresa Pleasantdedication, do concelho de Torres Novas.

Almeirim, que já tem projecto feito, aprovou esta terça-feira de manhã, 17 de Julho, o concurso para a construção do crematório da cidade, prevendo que as obras possam começar no final do ano. O Entroncamento espera ter o crematório a funcionar no segundo trimestre do próximo ano, podendo ser a primeira cidade do distrito.

Santarém, que tinha visto no mandato anterior a oposição, com maioria na câmara, recusar a instalação de um crematório, conseguiu no final do mês passado que fosse aprovado pela assembleia municipal o concurso público internacional para a concepção, construção e concessão da exploração de um crematório no cemitério da cidade.

Recorde-se que dos três crematórios, o de Almeirim é o único totalmente público, sendo um investimento próprio da câmara e a exploração será entregue à junta de freguesia. No Entroncamento e Santarém o processo é o da concessão, em que a empresa selecionada para explorar o equipamento fica responsável pela elaboração do projecto e construção.

O crematório do Entroncamento, que representa um investimento de setecentos mil euros e a criação de cinco empregos, vai ocupar uma área de 1.132 metros quadrados, dos quais trezentos são de área construída. A concessão tem um prazo de trinta anos e durante este período, o concessionário vai pagar ao município uma percentagem sobre o total de receitas geradas.

Mais Notícias

    A carregar...

    Edição Semanal

    Edição nº 1363
    08-08-2018
    Capa Vale Tejo
    Edição nº 1363
    08-08-2018
    Capa Médio Tejo