Sociedade | 19-07-2018 18:03

MP investiga desaparecimento de 220 mil euros no Vilafranquense

MP investiga desaparecimento de 220 mil euros no Vilafranquense

Comissão administrativa está de saída e promete entregar chaves do clube na câmara.

O Ministério Público (MP) abriu uma investigação para apurar o que aconteceu aos quase 220 mil euros de um cheque dado pela Câmara Municipal de Vila Franca de Xira ao União Desportiva Vilafranquense (UDV), para pagar parte da obra da marina da cidade que acabaram por desaparecer. Dinheiro público que, até hoje, ninguém sabe onde foi parar. O MP já pediu a colaboração da Polícia Judiciária.

As autoridades querem perceber o rasto do dinheiro, onde e quando foi levantado, gasto e apurar responsabilidades na gestão. Os inspectores, soube O MIRANTE, devem deslocar-se às instalações do clube nas próximas semanas para passar a pente fino toda a contabilidade do UDV, que deve também 700 mil euros às Finanças e quase 300 mil euros à Segurança Social. Os dois principais dirigentes envolvidos no caso, incluindo o antigo presidente do clube, já morreram. Três outros ex-dirigentes da altura, contactados pelo nosso jornal, alinharam num pacto de silêncio e recusaram falar sobre o assunto, notando apenas que o presidente de então “decidia sozinho” sobre a maioria das matérias.

Notícia completa na edição em papel já nas bancas

Mais Notícias

    A carregar...

    Edição Semanal

    Edição nº 1373
    17-10-2018
    Capa Vale Tejo
    Edição nº 1373
    17-10-2018
    Capa Médio Tejo