Sociedade | 27-07-2018 19:03

Duas centenas de moradores de Povos reclamam melhorias no bairro

Abaixo-assinado exige melhorias na limpeza pública e conservação de edifícios. Câmara de Vila Franca de Xira já tem obras projectadas.

São mais de duas centenas os moradores que subscreveram um abaixo-assinado entregue na última semana na Câmara de Vila Franca de Xira reclamando por intervenções de melhoria e recuperação do bairro de Povos.

No documento, os moradores entendem que ainda subsistem “inúmeras carências” ao nível das infrarestruturas para a prática de desporto e lazer das populações e que se tornou “inaceitável” o estado de degradação a que chegou, entre outros, o polidesportivo, as antigas instalações dos balneários e a sede do antigo grupo desportivo de Povos. “Há muito que se prometem melhorias mas sem concretização”, lê-se no documento, promovido pelo PCP local.

O abaixo-assinado exige que a câmara requalifique o polidesportivo e o edifício público envolvente para desporto, lazer e cultura das populações, requalifique o edifício onde funciona o centro comunitário e as antigas lojas onde funcionou o centro de bem-estar infantil. Exigem também os moradores que sejam criadas hortas urbanas que sirvam os habitantes do bairro e que sejam reforçadas as condições de limpeza e conservação do bairro.

O documento foi entregue numa altura em que a Câmara de Vila Franca de Xira está a avançar com algumas obras de melhoria do bairro, começando precisamente pela recuperação do polidesportivo, obra orçada em 74.300 euros, que decorrerá entre Julho e Setembro e que além da requalificação do espaço de jogos e a envolvente, também introduzirá melhorias nos equipamentos desportivos, mobiliário urbano, acessibilidades, infraestruturas de iluminação e drenagem de águas pluviais.

“Vamos fazer muito trabalho em Povos”, promete Alberto Mesquita (PS), presidente do município. “Vamos requalificar aquele bairro para que todas as pessoas que lá vivam se sintam bem e que se sintam integrados porque a câmara tem um olhar inclusivo para que ninguém se sinta discriminado por viver neste ou naquele bairro. Além da recuperação de muitos fogos, há a questão do polidesportivo que está em curso e as hortas urbanas vão avançar. As demolições e limpeza dos terrenos para que elas sejam criadas já aconteceram”, explica.

O autarca destaca também a requalificação mais vasta prevista para o eixo Grinja-Povos, financiada por fundos comunitários, que promete dar um novo visual ao espaço.

Mais Notícias

    A carregar...

    Edição Semanal

    Edição nº 1372
    10-10-2018
    Capa Vale Tejo
    Edição nº 1372
    10-10-2018
    Capa Médio Tejo