Sociedade | 30-07-2018 13:05

Construção do crematório de Santarém em concurso público

Prazo para entrega de propostas para concepção, construção e concessão do equipamento decorre até 8 de Outubro.

O concurso público internacional para a concepção, construção e concessão da exploração de um crematório no Cemitério dos Capuchos, em Santarém, foi publicado no dia 23 de Julho em Diário da República e no Jornal Oficial da União Europeia. O prazo para entrega de propostas decorre até dia 8 de Outubro.

“O Municipio de Santarém pretende, desta forma, dar resposta a uma necessidade antiga, do concelho, para fazer face à sobrelotação do Cemitério dos Capuchos, que em poucos anos atingiria o seu limite”, lê-se na página da Câmara de Santarém na rede social Facebook, onde foi anunciada a novidade.

Santarém é um dos três municípios da região com procedimentos em curso com vista à construção de crematórios num distrito que não tem nenhum equipamento desse género. O mais próximo situa-se na Póvoa de Santa Iria (concelho de Vila Franca de Xira) ou em Coimbra. No Entroncamento o processo está mais adiantado, tendo o município adjudicado no dia 16 de Julho a concepção, construção e exploração do crematório na cidade, passando a liderar a corrida que se instalou na criação destes equipamentos. A adjudicação foi feita à empresa Pleasantdedication, do concelho de Torres Novas, que vai ter a concessão por 30 anos.

Almeirim, que já tem projecto feito, aprovou no dia 17 de Julho o concurso para a construção do crematório da cidade, prevendo que as obras possam começar no final do ano. O Entroncamento espera ter o crematório a funcionar no segundo trimestre do próximo ano, podendo ser a primeira cidade do distrito com essa funcionalidade.

Mais Notícias

    A carregar...

    Edição Semanal

    Edição nº 1381
    13-12-2018
    Capa Médio Tejo
    Edição nº 1381
    13-12-2018
    Capa Vale Tejo