Sociedade | 04-08-2018 20:44

Exorcista acusado de violação em Fátima fica em liberdade

Exorcista acusado de violação em Fátima fica em liberdade
Foto O MIRANTE

Humberto Gama também está a ser investigado pela eventual prática do crime de burla qualificada.

Humberto Gama vai ficar em liberdade depois de ter sido detido pela Polícia Judiciária (PJ) por suspeitas de um crime de violação. O homem terá de se apresentar duas vezes por semana às autoridades e está proibido de contactar a vítima.


O homem, que é suspeito de um crime de violação, "aproveitando a sua actividade de exorcista e explorando a fragilidade da vítima, especialmente vulnerável, constrangeu-a à prática de actos sexuais de relevo, após a ter colocado na impossibilidade de resistir", refere a PJ.

A vítima teve de ser conduzida a um estabelecimento hospitalar para receber cuidados de saúde, acrescenta.

Segundo a PJ, "o arguido, fazendo-se ainda passar por padre, desenvolvia a actividade de exorcista, amplamente divulgada, levando inúmeras pessoas em dificuldades várias a consultá-lo e auspiciando uma eventual ajuda da sua parte, cobrando honorários".

A PJ refere que, por estes factos, também está a ser investigada "a eventual prática do crime de burla qualificada".

Mais Notícias

    A carregar...

    Edição Semanal

    Edição nº 1363
    08-08-2018
    Capa Médio Tejo
    Edição nº 1363
    08-08-2018
    Capa Vale Tejo