Sociedade | 12-08-2018 08:19

Procure um local com pouca luz se quiser ver a chuva de estrelas neste domingo à noite

Procure um local com pouca luz se quiser ver a chuva de estrelas neste domingo à noite
Foto Ilustrativa

Na noite de domingo a partir das 23 horas e durante a madrugada de segunda-feira, vai ser possível observar o pico da chuva de estrelas que ocorre anualmente por esta altura.

Na noite de domingo a partir das 23 horas e durante a madrugada de segunda-feira, vai ser possível observar o pico da chuva de estrelas que ocorre anualmente por esta altura e que já é visível desde o fim de Julho. Este ano, segundo os astrónomos, será possível observar cerca de 110 meteoros por hora num céu escuro e a observação será facilitada porque a fase de lua nova começa Sábado, 11 de Agosto.

Para uma melhor observação devem ser procurados locais longe de zonas iluminadas, nomeadamente zonas rurais. Quem quiser evitar problemas com as autoridades, por causa das proibições em vigor em alguns concelhos de circulação nocturna por estradas rurais, uma das alternativas é o Centro de Ciência Viva, no alto de Santa Bárbara, em Constância, que estará aberto entre as 21h00 e as 24h00 de Domingo.

A Chuva de estrela, denominada "Perseidas" é causada pela passagem da Terra na sua órbita à volta do Sol, perto da zona de detritos deixados pelo cometa Swift-Tuttle, cuja última passagem junto à órbita do nosso planeta ocorreu em 1992. Quando a Terra passa por aquela zona dos detritos do cometa, estes “atingem a atmosfera e desintegram-se, provocando rápidos rastos luminosos.

O nome Perseidas deve-se ao facto de esta chuva de estrelas, que é considerada por muitos especialistas como a mais espectacular, atingir o seu ponto radiante precisamente na constelação de Perseus.

Mais Notícias

    A carregar...

    Edição Semanal

    Edição nº 1373
    17-10-2018
    Capa Vale Tejo
    Edição nº 1373
    17-10-2018
    Capa Médio Tejo