Sociedade | 18-08-2018 18:12

Três passagens de nível na zona da Glória do Ribatejo na lista para fechar

Três passagens de nível na zona da Glória do Ribatejo na lista para fechar

População concorda com a construção de passagens superiores sobre a via férrea mas não quer a eliminação das passagens de nível.

A empresa pública Infraestruturas de Portugal (IP) tem previsto um projecto para melhoramento das linhas ferroviárias, que ligam o porto de Sines ao norte do país que pode ter impacto nos concelhos de Salvaterra de Magos e Coruche com a supressão de quatro passagens de nível no ramal Vendas Novas-Setil: em Janeiras de Baixo, Janeiras de Cima, Corços (Salvaterra de Magos) e Fajarda (Coruche). Mas o que à partida poderia ser considerada uma boa notícia foi mal acolhida por alguns moradores, que são contra a eliminação das passagens de nível e pedem a instalação de cancelas automáticas.

O presidente da Câmara de Salvaterra de Magos, Hélder Esménio (PS), reuniu recentemente com a IP que lhe explicou o que está previsto para o ramal que atravessa o seu concelho. “Com este projecto de modernização da linha ferroviária, a Infraestruturas de Portugal prevê o aumento de tráfego de composições e pretende diminuir o número de acidentes. Por isso tem projectado que as passagens de nível nas Janeiras de Baixo e Janeiras de Cima vão ser suprimidas e substituídas por uma única passagem superior a ser construída no local onde está actualmente a passagem de nível das Janeiras de Baixo. Também a passagem de nível da Fajarda, que liga a Glória do Ribatejo a essa localidade do concelho de Coruche, vai encerrar e será substituída por uma passagem superior”, explicou o autarca. A passagem de nível de Corços está prevista ser eliminada.

Moradores querem cancelas automáticas
Quem não está de acordo com essa perspectiva é a população da Glória do Ribatejo. Ilídio Oliveira encabeça um abaixo-assinado que já recolheu 380 assinaturas e onde se demonstra o descontentamento pelo previsível encerramento das passagens de nível na freguesia. “Enviamos o abaixo-assinado à Infraestruturas de Portugal onde explicamos que concordamos com a construção das passagens superiores mas não concordamos com a supressão das passagens de nível. Era preferível que fossem colocadas cancelas automáticas para dar mais segurança ao local”, afirmou Ilídio Oliveira a O MIRANTE.

A carta para a IP foi enviada em Junho deste ano e foi também enviada uma carta à câmara municipal e à junta de freguesia, onde os moradores expõem o seu ponto de vista e explicam aquilo que acham que serve melhor os interesses da população. Ilídio Oliveira garante que a população não vai desistir de lutar pela manutenção das passagens de nível na freguesia.

“A passagem de nível é a que tem mais movimento diariamente e seria muito importante que se mantivesse e que colocassem cancelas automáticas. Concordamos que os viadutos sejam construídos porque a estrada vai ficar com melhores condições mas nos locais onde não foram construídos viadutos têm que manter as passagens de nível abertas porque as pessoas utilizam-nas todos os dias e se elas encerram será um grande constrangimento para os utilizadores que atravessam esses locais”, realçou o morador.

Mais Notícias

    A carregar...

    Edição Semanal

    Edição nº 1376
    07-11-2018
    Capa Médio Tejo
    Edição nº 1376
    07-11-2018
    Capa Vale Tejo