Sociedade | 23-08-2018 16:24

Prisão preventiva para suspeito de atear fogo em Benavente

O presumível autor terá agido movido por um forte desejo de vingança contra o proprietário da quinta onde o fogo foi provocado.

A Polícia Judiciária (PJ) deteve um homem, de 62 anos, pela suspeita de fortes indícios da prática de crime de incêndio florestal. A investigação da PJ apurou que o detido terá ateado um incêndio, no final da tarde de 15 de Agosto numa área rural pertencente a uma quinta, na zona de Benavente. O fogo não provocou elevados danos ou prejuízos uma vez que foi detectado cedo, tendo sido extinto na sua fase inicial. O presumível autor do incêndio terá agido premeditadamente, movido por um forte desejo de vingança contra o proprietário da quinta onde o fogo foi provocado. O detido foi presente a primeiro interrogatório judicial, tendo-lhe sido aplicada a medida de coacção de prisão preventiva.

Mais Notícias

    A carregar...

    Edição Semanal

    Edição nº 1368
    12-09-2018
    Capa Vale Tejo
    Edição nº 1368
    12-09-2018
    Capa Médio Tejo