Sociedade | 24-08-2018 07:59

Viajou do Brasil a Coruche para baptizar a filha em nome das raízes

Viajou do Brasil a Coruche para baptizar a filha em nome das raízes
Hélder Martins emigrou para o Brasil em 2007 foto DR

Hélder Martins vive em São Paulo e só pondera regressar a Portugal na reforma.

Hélder Martins recorda com saudade os tempos que viveu na Fajarda, concelho de Coruche, dos abraços apertados sempre que chegava a casa das tias e da madrinha e das frutas que apanhava da horta para comer.

Apesar de ter deixado Coruche na infância para viver com os pais e o irmão em Lisboa e depois Aveiro, todos os fins-de-semana regressava à terra onde nasceu. Além disso, as Festas de Nossa Senhora do Castelo, em Agosto, eram paragem obrigatória para esta família ribatejana. A sua terra natal ficou-lhe sempre no coração e, apesar de ter emigrado para São Paulo (Brasil) há 11 anos, fez questão de baptizar a sua filha em Coruche.


Em Portugal fazia vídeos em casamentos e filmava espectáculos de bandas musicais. Foi a falta de oportunidades de trabalho na sua área e o facto de poder ganhar mais experiência profissional que o fez arriscar. “Emigrei porque sempre quis trabalhar na área do cinema e documentários e o Brasil é um dos países pioneiros nesta área. Dois meses depois de ter chegado entrei na fase de finalização de um documentário que integrou um dos mais importantes festivais de documentários da América Latina”, o “É tudo verdade””, conta a O MIRANTE.


ENTREVISTA COMPLETA NA EDIÇÃO EM PAPEL JÁ NAS BANCAS

Mais Notícias

    A carregar...

    Edição Semanal

    Edição nº 1369
    20-09-2018
    Capa Médio Tejo
    Edição nº 1369
    20-09-2018
    Edição Vale Tejo