Sociedade | 28-08-2018 08:35

Continua o desperdício de água na conduta da EPAL em VFX

Apesar de algumas intervenções pontuais há anos que não se conseguem resolver rupturas.

A conduta da EPAL que abastece de água a zona de Lisboa é um autêntico passador com tantas rupturas que se registam no concelho de Vila Franca de Xira. Mesmo quando parece que já se conhecem todas as rupturas, outras surgem noutro local, como acontece actualmente na zona entre Castanheira do Ribatejo e a aldeia de Quintas, no limite norte do concelho. Isto depois de O MIRANTE ter noticiado no final do ano passado o desperdício de milhares de litros de água na zona junto à passagem pedonal da Pimenta, na povoação de Quintas.

Os moradores que costumam passar perto da conduta de água da EPAL indignam-se com a cada vez maior quantidade de água que se desperdiça. Alguns dizem que há mais de cinco anos que a água escorre sem cessar. Vão sendo feitas algumas reparações, nunca suficientes para resolver o problema em definitivo.

“A junta de freguesia e a câmara municipal têm comunicado as situações, mas a EPAL não resolve o problema. É uma irresponsabilidade da empresa estar a desperdiçar um recurso cada vez mais escasso”. As palavras são de Luís Almeida, presidente da Junta de Freguesia de Castanheira do Ribatejo e Cachoeiras, que já deixou vários alertas. A câmara diz que são já vários os contactos que estabeleceu com a EPAL, numa tentativa de sensibilizar para a resolução do problema do aqueduto do Alviela, que atravessa o concelho.

A empresa explicou em Setembro passado que os trabalhos de reparação implicam o corte do abastecimento de água, pelo que “a empresa entendeu adiar a intervenção”, minimizando os efeitos da falta de água no período em que se registam, segundo a empresa, “os maiores consumos”. O MIRANTE contactou novamente a EPAL que informa agora ter conhecimento da rotura, que “atenta às condições de conservação do Aqueduto do Alviela” e que “tem em curso um conjunto de projectos para intervir nesse adutor, com o objectivo de eliminar estas situações”, não adiantando qualquer previsão de data para a sua reparação.

Mais Notícias

    A carregar...

    Edição Semanal

    Edição nº 1368
    12-09-2018
    Capa Vale Tejo
    Edição nº 1368
    12-09-2018
    Capa Médio Tejo