Sociedade | 03-09-2018 17:09

Director do Festival Bons Sons diz que ataque a concerto na igreja é incitação ao ódio

Director do Festival Bons Sons diz que ataque a concerto na igreja é incitação ao ódio

Blogue religioso conservador Senza Pagare publicou vídeo com o título "Woodstock na igreja de São Sebastião em Cem Soldos".

O criador e Director do Festival Bons Sons, que se realiza na aldeia de Cem Soldos, em Tomar, lamenta que o grupo de católicos ultra-conservadores “Senza Pagare” se tenha servido do vídeo de um concerto na igreja da terra, durante o festival deste ano, para criar ruído e provocar incitações ao ódio.

As declarações de Luís Ferreira a O MIRANTE surgem na sequência de um comunicado da Vigararia Geral da Diocese de Santarém publicado na sua página do Facebook, onde são referidas "observações de escândalo que chegaram de várias partes do país e do estrangeiro" relativas ao concerto do músico Afonso Dorido, autor do projecto "Homem em catarse", realizado dia 11 de Agosto a partir das duas da tarde, na Igreja de São Sebastião.

"O Festival dos Bons Sons tem treze anos mas mesmo em criança eu lembro-me de haver concertos na igreja, desde encontros de coros a outros. Os concertos do Bons Sons que são realizados na igreja, sempre respeitaram o espaço. O Festival é um espaço de amor e nada foi escondido. O que é feito envolve toda a comunidade, incluindo a comunidade católica, o representante da igreja e que queremos que assim continue", declarou.

No vídeo divulgado no Facebook Senza Pagare, o público está de pé a bater palmas a compasso, acompanhando um peça tocada pelo músico numa guitarra eléctrica. No texto que os autores do mesmo enviaram à Diocese de Santarém, é referido não se tratar de música própria para aquele local: "O concerto que decorreu na igreja de São Sebastião não foi de música sacra ou religiosa. O ambiente foi totalmente profano, nada condizente com o ambiente de culto a Deus que é próprio de uma igreja".

O comunicado da Diocese, colocado no Domingo, 2 de Setembro às 11h35, começa por referir que não consta que até ao presente ano o Festival Bons Sons de Cem Soldos tenha usado os espaços sagrados de modo a causar escândalo ou que exigisse a intervenção da autoridade diocesana mas termina rogando aos párocos para que na promoção ou aceitação de concertos ou outros eventos dentro das igrejas, observem a norma do direito canónico que refere que esse evento “não deve ser contrário à santidade do lugar”.

Mais Notícias

    A carregar...

    Edição Semanal

    Edição nº 1376
    07-11-2018
    Capa Médio Tejo
    Edição nº 1376
    07-11-2018
    Capa Vale Tejo