Sociedade | 05-09-2018 12:05

Caloiros da Católica voltam aos campos da Golegã para apanhar batatas

Caloiros da Católica voltam aos campos da Golegã para apanhar batatas

Desde que começou, o projecto Restolho já envolveu mais de 3.500 voluntários que colheram cerca de 90 toneladas de produtos hortícolas.

Cerca de 300 caloiros da Católica Lisbon of Business & Economics vão estar, durante o dia de hoje, 5 de Setembro, a cumprir uma praxe diferente nos campos agrícolas da Golegã. Os alunos do primeiro ano participam na quarta edição desta praxe solidária que consiste em apanhar os restos de colheitas nos campos. A acção é promovida pela Universidade Católica em conjunto com a Agromais e a Agrotejo, no âmbito do projecto Restolho cujo objectivo é conciliar a actividade agrícola com a biodiversidade e a sustentabilidade dos recursos existentes, promovendo o combate ao desperdício alimentar.

Em 2017 O MIRANTE acompanhou o “Dia Solidário” dos 150 jovens que participaram na praxe e que colheram mais de quatro toneladas de batatas.

Desde que começou, o projecto Restolho já envolveu mais de 3.500 voluntários que colheram cerca de 90 toneladas de produtos hortícolas, distribuídos posteriormente pelos bancos alimentares da região.

Mais Notícias

    A carregar...

    Edição Semanal

    Edição nº 1368
    12-09-2018
    Capa Vale Tejo
    Edição nº 1368
    12-09-2018
    Capa Médio Tejo